A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/08/2010 10:05

André nega envio de emissários para conversa com Dilma

Redação

O governador André Puccinelli nega que tenha enviado emissários para conversar com a candidata à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), durante sua visita à Capital, oferecendo apoio. Ele também contou que sempre deixou bem definido quanto recurso federal e estadual são aplicados em obras no Estado.

As declarações foram dadas durante o desfile cívico militar do aniversário de Campo Grande. O governador esteve presente, mas como autoridade, evitando comportamentos que infringissem a legislação eleitoral.

Matéria do jornal Folha de São Paulo de ontem, diz que vários aliados do PSDB estariam em crise, por falta de apoio e material de campanha da candidatura de José Serra. A reportagem cita que diante deste fato, Puccinelli enviou emissários para conversar com Dilma.

"Não falei, não enviei e não sei de onde surgiu (essa conversa). De mim não foi", resumiu Puccinelli. O candidato da chapa "Amor, Trabalho e Fé" também nega problemas com o PSDB nacional. "Eu nunca pedi dinheiro para candidato à presidência. Só peço material (de campanha)".

Aliados de José Serra em vários estados reclamam que o comando tucano priorizou a disputa em São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Paraná, deixando as campanhas nacionais a ver navios. Em estados do Norte e Nordeste, a remessa de material de campanha chegou neste final de semana.

Sobre este problema, Puccinelli diz não ser de sua alçada. "Fala com a Marisa (Serrano) e com o Reinaldo (Azambuja)", citando os dirigentes do PSDB no Estado. A questão não parece ser relevante ao governador, que tem como prioridade sua reeleição. "Aqui tem fé no taco do candidato", comentou.

Comportamento de Palanque

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions