A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

01/01/2015 19:50

André transmite o cargo e Reinaldo dá início a novo ciclo histórico em MS

Edivaldo Bitencourt
André transmite o cargo a Reinaldo e MS tem um novo ciclo político (Foto: Alcides Neto)André transmite o cargo a Reinaldo e MS tem um novo ciclo político (Foto: Alcides Neto)

No dia 1º de janeiro de 2014, André Puccinelli (PMDB) encerra oficialmetne oito anos de mandato e transmite o cargo para o empresário rural Reinaldo Azambuja, o primeiro tucano a governar Mato Grosso do Sul. 

A solenidade de posse começou às 15h na Assembleia Legislativa e continou às 17h com a transferência do cargo na Governadoria. 

Em seguida, o novo governador deu a posse aos 12 dos 13 novos secretários no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. 

Foram empossados os secretários:

Governo e Gestão Estratégica – Eduardo Riedel

Graduado em ciências biológicas com bacharelado em genética, tem MBA em gestão empresarial e mestrado em zootecnia. Atualmente também é membro do conselho deliberativo do Sebrae-MS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), já foi do Sindicato Rural de Maracaju e tem atuado com políticas de desenvolvimento agrário.
Deve se licenciar do cargo de presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) para ocupar o cargo no governo. Eduardo Riedel, diz que uma de suas primeiras ações no Executivo será montar uma equipe que crie instrumentos de gestão para as demais pastas.

Casa Civil – Sergio de Paula

Uma das metas da Secretaria da Casa Civil será voltar os olhos da gestão pública para as cidades no interior do estado, principalmente aquelas com menores números de habitantes. Foi o que garantiu o futuro chefe da pasta, Sérgio de Paula. Nascido na cidade de Andradina (SP), Sérgio de Paula veio para Mato Grosso do Sul em 1987. Na época era gerente do Banco Real, entidade da qual foi gerente durante 16 anos. Trabalhou como bancário em Fátima do Sul e Dourados. Em 1995 foi secretário de Fazenda em Dourados e diretor da Assomasul de 1999 a 2005. Em 1998 começou a trabalhar com Reinaldo Azambuja, coordenando a campanha dele para deputado estadual e posteriormente para deputado federal, bem como a eleição para prefeito e governador do estado. De 2006 a 2014, atuou como chefe de gabinete do governador eleito.

Secretaria de Fazenda – Marcio Monteiro

Deputado federal eleito com mais de 56 mil votos, Márcio Campos Monteiro é formado em Direito, já foi prefeito, secretário-adjunto e atualmente é deputado estadual. Nascido no Rio de Janeiro, ele foi criado no município fronteiriço de Bela Vista e se mudou ainda jovem para a Capital, Campo Grande, onde cursou advocacia na FUCMT – atual UCDB – e após se casar fixou residência em no município de Jardim. Monteiro foi prefeito de Jardim por dois mandatos (1997-2004) e recebeu o prêmio “Mário Covas” - prefeito empreendedor. Também foi diretor da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

Após o mandato de prefeito, foi secretário-adjunto da Secretaria do Meio Ambiente, Planejamento, da Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul no período de 2007 a 2010. Atualmente, Márcio é presidente do Diretório Estadual do PSDB.

Secretaria de Administração – Carlos Alberto Assis

Presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, sempre teve atuação na área de esportes, como presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes) e da Fundesporte (Fundação Estadual de Desportos). Nas eleições deste ano, ele foi um dos coordenadores da campanha vitoriosa de Azambuja. Nascido em Rosália (SP) e formado em Educação Física, Carlos Alberto de Assis já foi gerente de banco (1980-1997), diretor presidente da Fundação Municipal de Esporte de Campo Grande (2007-2012) e coordenador de campanha.

Ele também foi diretor de Esporte (1997-2000) e diretor executivo (2001-2004) da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Campo Grande e diretor executivo da Fundação Municipal de Esporte (2005-2006). Carlos Alberto de Assis foi ainda presidente da Federação de Tênis de Mato Grosso do Sul (1989-1994), vice-presidente da Confederação Brasileira de Tênis (1994-2004) e presidente do Esporte Clube Comercial (2007-2012), sendo campeão em 2010.

Secretaria de Educação – Maria Cecília Amêndola da Motta

A professora Maria Cecília Amêndola é veterana em comandar a pasta da Educação. Em Campo Grande ela foi titular da pasta na administração de Nelsinho Trad (PMDB), devido a essa experiência foi escolhida por Reinaldo. Maria Cecília é graduada em pedagogia (Administração e Supervisão) e Ciências Biológicas. É também Mestre em Educação e em Políticas Públicas para a Infância. Além dessas qualificações, ela também é especialista em Didática do Ensino Superior, Ecologia e Gestão de Cidades. Atuou por sete anos como secretária de educação de Campo Grande, (2005-2012), foi também presidente da Undime (União dois Dirigentes Municipais de Educação), seccional de mato Grosso do Sul, (2009-2012), vice-presidente da Undime Nacional (2011-2012), membro do Conselho Estadual de Educação (2009-2012) e presidente da OMEP (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar), em mato grosso do Sul (1997-2004) e do Brasil (2001-2007).
Atualmente, Maria Cecília é assessora no TCE/MS na Diretoria Geral de Gestão e Modernização, na área da educação.

Secretaria de Saúde – Nelson Tavares

Também com experiência na área, foi secretário estadual de Saúde na administração de Wilson Barbosa Martins. nasceu em Presidente Prudente (SP), concluiu o Ensino Médio em Nebraska (EUA) e é médico do Centro de Terapia Intensiva do HU (Hospital Universitário) e da Junta Médica Oficial da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Fez residência em Clínica Médica e Especialização em Cardiologia pela Santa Casa do Rio de Janeiro, é produtor rural em Rio Verde e Bataguassu e empresário.

Secretaria de Justiça e Segurança Pública – Silvio César Maluf

Silvio Cesar Maluf é procurador de Justiça do MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), atualmente lotado na 6ª Procuradoria de Justiça Cível. Ele ingressou na carreira em outubro de 1988. É formado pela Fadap (Faculdade de Direito de Alta Paulista) e exerceu a advocacia de 1986 a 1988. Tem mestrado em Direito Constitucional pela UNB. Exerceu as atribuições de Promotor de Justiça Titular das Comarcas de primeira instância em Anaurilândia (1989) e Rio Brilhante (1990); Promotor de Justiça das Comarcas de segunda instância em Jardim (1990) e Fátima do Sul (1991); Promotor de Justiça da entrância especial em Dourados (1993) e assessor do corregedor-geral do Ministério Público (2007).
Em 2001 foi promovido para o cargo de Procurador de Justiça por merecimento. Foi Procurador-Geral Adjunto da Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (2004) e coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais (2004-2007).

Direitos Humanos e Assistência Social - Rose Modesto

A vice-governadora Rose Modesto, que vai assumir a Secretaria de Direitos Humanos e Assistência Social, revelou que vai ampliar o número de vagas para o Programa Vale Universidade, a partir do mês de janeiro. A nova secretaria também pretende continuar com os programas Vale Renda, assim como o Segurança Alimentar, mas quer restruturar os programas, fazendo o levantamento das famílias contempladas e conseguindo fazer a "ponte" para o mercado de trabalho, com cursos de capacitação.

Natural de Culturama, distrito de Fátima do Sul, a professora Roseane Modesto de Oliveira é vereadora e bacharel em História. Rose foi a segunda vereadora mais votada em Campo Grande nas últimas eleições.Desde o primeiro mandato, se destaca com diversos projetos ligados à área social e educação, políticas de proteção às mulheres e combate à violência contra crianças. Ela é autora das leis “Antibulling nas Escolas”, “Bolsa-universitária”, “Férias no Ceinf” e de leis de proteção à mulher, como o “Botão do Pânico” e de “cirurgias reparadoras para vítimas de violência”.

Secretaria de Cultura – Athayde Nery

Ex-vereador de Campo Grande e presidente regional do PPS, Athayde Nery, foi também presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e candidato a deputado estadual na última eleição e candidato a vice-prefeito de Campo Grande em 2012, tendo Reinaldo como cabeça de chapa.
Athayde Nery é advogado, formado na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), e poeta com três livros publicados (Silêncio Escancarado; Terere com Água Guarani e Estrelas líquidas).

Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico – Jaime Verruck

Diretor-corporativo da Fiems (Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul) e economista Jaime Verruck é economista, mestre em Economia Rural pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), doutor em Desenvolvimento e Planejamento Territorial pela UCM (Universidade Complutense de Madrid) e possui cursos de formação executiva em Estratégias e Inovação pelo INSEAD/França e pela Universidade da Pensilvânia/EUA (Wharton), e pelo Programa CEO FGV. Ele é ex-professor de Economia da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), ex-professor convidado da FGV (Fundação Getúlio Vargas), ex-sócio da FGV em Campo Grande e Cuiabá e ex-Diretor Regional do Senai/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de Mato Grosso do Sul)

Secretaria de Habitação – Maria do Carmo Avesani Lopes

Engenheira civil, Maria do Carmo é diretora de Habitação do Ministério das Cidades. Ela volta a Campo Grande para comandar a Secretaria Estadual de Habitação. Maria do Carmo já fez parte da Agehab (Agência Estadual de Habitação) na administração de Zeca do PT. Considerada um nome técnico e com bom trânsito em Brasília.
Formada em 1982 pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, Maria do Carmo tem vivência em cargos de gerência de projetos de obras públicas e privadas. Foi gerente e posteriormente presidente da Agehab (Agência de Habitação do Estado de Mato Grosso do Sul), Superintendente de Habitação do Estado de Mato Grosso do Sul e, no Ministério das Cidades, gerente de Urbanização de Assentamento Precário e diretora de Produção Habitacional.

Secretaria de Infraestrutura – Marcelo Miglioli

Ednei Marcelo Miglioli é engenheiro civil, formado pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e acadêmico de Direito do 10º Semestre na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).
Marcelo Miglioli começou como auxiliar de escritório (1988-1994), mas depois trabalhou como engenheiro civil na construção pesada (1994-2013) e no mercado imobiliário (2013).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions