A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

06/10/2014 12:53

André visita Jerson Domingos e trata sobre aliança em segundo turno

Kleber Clajus
Governador aguarda decisão do partido sobre alianças locais, mas manterá apoio a Dilma no segundo turno (Foto: Marcelo Victor / Arquivo)Governador aguarda decisão do partido sobre alianças locais, mas manterá apoio a Dilma no segundo turno (Foto: Marcelo Victor / Arquivo)

O governador André Puccinelli (PMDB) esteve reunido, nesta segunda-feira (6), na casa do presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), para tratar de aliança no segundo turno em Mato Grosso do Sul.

Jerson Domingos negocia apoio ao candidato Delcídio do Amaral (PT), por quem se licenciou do partido para fazer campanha e agora tenta emplacar novamente aliança. Ele considera na equação o fato de Puccinelli não ter pretensão de abandonar apoio à candidata a Presidência, Dilma Rousseff (PT).

Coincidentemente, durante a manhã o presidente regional do PSDB, Marcio Monteiro, também esteve na casa de Jerson. Ao encontrar o governador, o tucano aproveitou para ressaltar a importância de Reinaldo Azambuja (PSDB) e sondar a chance de aliança no segundo turno.

“O governador vai se reunir com o partido agora a tarde para tirar decisão em conjunto, mas não manifestou nenhuma relação de apoio [para os candidatos]. Ele tem compromisso com a Dilma”, explicou Marcio.

Ao sair do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), ontem (5), Puccinelli já havia destacado que pretende se reunir com o partido para definir aliança no cenário estadual.

“Não posso ter preferência, sempre fui partidário e o que o partido definir vou acompanhar”, comentou o governador.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions