A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/03/2011 12:03

Puccinelli ameaça ir à Justiça para cobrar dívida da Petrobras

Fabiano Arruda e Ítalo Milhomem

Governador e senador Delcídio estiveram ontem no RJ para reunião com a empresa

André quer que Petrobras assuma erro rapidamente. (Foto: João Garrigó)André quer que Petrobras "assuma erro rapidamente". (Foto: João Garrigó)

O governador André Puccinelli (PMDB) ameaçou ir à Justiça para cobrar que a Petrobras pague dívida ao Estado referente ao cálculo de ICMS. Puccinelli esteve ontem no Rio de Janeiro para reunião com diretores da empresa, acompanhado do senador Delcídio do Amaral (PT), e avisou que foi a última conversa.

“Fui ao Rio de Janeiro para reclamar o que sempre tenho reclamado. Depois vamos entrar na Justiça e vai virar uma pendenga judicial”, disse.

André diz que há um equívoco no cálculo da Petrobras em relação ao ICMS no Estado. Ele explicou que a empresa paga o imposto sob metade do valor da compra. E, com isso, a dívida da Petrobras com MS chega a R$ 70 milhões.

No entanto, Puccinelli revelou que fez uma proposta oficial aos diretores para que o valor pago seja reduzido para R$ 23 milhões, retirando juros e mora.

O governador lembra que a Petrobras chegou a reconhecer o erro na administração Zeca do PT e, que, “não quer nada diferente do governo anterior”.

"Reconheceram que houve um erro no cálculo. Queremos que rapidamente assumam o erro já reconhecido, sem que o governo notifique judicialmente a Petrobras para que pague o Estado”, explicou o chefe do Executivo Estadual, afirmando que não há ilegalidade no pleito.

Puccinelli ainda afirma que a Petrobras tem outras pendências como governo do Estado, que giram em torno de R$ 357 milhões, e que estas serão negociadas “ao longo do tempo”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions