A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/07/2016 11:34

Após 'experiência frustrada', Bernal aguarda partidos para definir vice

PP quer formar coligação, mas não descarta ter chapa pura

Leonardo Rocha
Prefeito Alcides Bernal busca aliados para sua campanha de reeleição (Foto: Alcides Neto - Arquivo)Prefeito Alcides Bernal busca aliados para sua campanha de reeleição (Foto: Alcides Neto - Arquivo)

O prefeito Alcides Bernal (PP) aguarda definição dos partidos, neste período de convenções, para formar sua coligação e escolher o seu candidato a vice, na sua campanha para reeleição. O seu partido conversa neste momento com lideranças do PDT, PTC e PC do B. Caso não haja acerto com as legendas, vai seguir em chapa pura, como ocorreu em 2012.

Ulisses Duarte, dirigente estadual do PP, explicou que o partido vai esperar a definição de eventuais aliados, para definir o vice. "Vai depender da coligação, se vier os aliados eles vão requisitar espaço, sabemos que política não é fácil, estamos estudando as possibilidades, existem conversas em andamento".

Na última eleição, Bernal apresentou Gilmar Olarte, como seu candidato a vice, apenas no dia do registro da candidatura, já que nas convenções não tinha ainda definido. A relação política dos dois durou apenas os primeiros meses a frente da prefeitura, logo depois romperam, com troca de acusações de ambas as partes.

Quando foi cassado, em março de 2014, Bernal acusou o vice de "tramar" sua saída, junto com os vereadores e outros políticos. Olarte assumiu o cargo de prefeito até final de agosto de 2015, quando a Justiça determinou seu afastamento, por ser investigado na Operação Coffee Break, que trata justamente da compra de votos, para cassar seu antigo aliado.

Alianças - O presidente municipal do PP, o vereador Cazuza, divulgou que existem conversas com PDT, que tem como aliado o ex-vereador Paulo Pedra, assim como PTC e PC do B. No primeiro caso, o deputado federal, Dagoberto Nogueira (PDT), confirmou que será candidato a prefeito, sendo aclamado no dia 2, o que inviabilizaria esta aliança.

O partido também contava com a participação do PPS, da vereadora Luiza Ribeiro, mas o partido optou por candidatura própria, em votação no último sábado (23), em favor do ex-secretário estadual, Athayde Nery (PPS).

Câmara - O PP vai lançar 44 candidatos a vereadores, independente de sair em chapa pura ou em coligação. "Já acertamos que se tiver aliança, vai ter coligação na majoritária e chapa pura na proporcional, muitas partidos vão fazer isto", explicou Duarte. O PP elegeu dois vereadores na Capital em 2012, mas hoje conta apenas com Cazuza, já que Waldecy Batista Nunes, o Chocolate, mudou para o PTB, no ano passado.

A convenção do PP deve ser realizada no dia 5 de agosto, data limite, provavelmente na Câmara Municipal. "Vamos acertar os detalhes do evento, a intenção é que nesta campanha de reeleição de Bernal, possamos ter partidos aliados ao nosso lado", ponderou Ulisses.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions