A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

04/08/2019 17:45

Após polêmica, entrada de animais em hospitais será votada na Assembleia

Proposta permite que pacientes recebam visita de animais de estimação nos hospitais de MS

Leonardo Rocha
Deputados Lídio Lopes(Patri), autor do projeto, ao lado de Marçal Filho (PSDB) e Rinaldo Modesto (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputados Lídio Lopes(Patri), autor do projeto, ao lado de Marçal Filho (PSDB) e Rinaldo Modesto (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Após polêmica na Assembleia Legislativa e até na Câmara Municipal de Campo Grande, o projeto que permite a entrada de animais em hospitais será votado na próxima sessão da Assembleia, marcada para terça-feira (6). Se a medida for aprovada, segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A proposta de Lídio Lopes (Patri) autoriza os hospitais do Estado a dispor de um espaço para que os familiares possam levar os animais de estimação para visitar os pacientes. Para isto as unidades precisar dispor de um local adequado, além disto, haverá uma série de regras a serem cumpridas, em relação à saúde e bom estado do animal.

O autor alega que a ida dos animais pode ajudar na recuperação dos pacientes, e que estes só irão com autorização do hospital, o espaço devido, um “laudo veterinário” sobre suas boas condições. Ele destaca que só com todos estes critérios é que haverá tal autorização.

No entanto o projeto sofreu várias críticas dos parlamentares, tanto que na primeira votação, quando se verifica a legalidade do projeto, o resultado foi de 11 a 6. Alguns colegas ainda reforçaram que iriam estudar melhor a proposta, antes da votação definitiva, que está marcada para próxima terça-feira.

Um dos argumentos contrários é que as unidades de saúde não estão preparadas para receber animais, mesmo estes em boas condições. Também citaram que muitos hospitais “sequer têm espaço” ou vagas para atender os pacientes, imagina animais domésticos.

Como se trata de um projeto de lei, precisa de maioria simples para ser aprovado na Assembleia. Caso isto ocorra, ainda necessita do aval do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode sancionar ou vetar a matéria.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions