A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/06/2013 14:28

Após polêmica sobre fonte da verba, Câmara aprova reforma de Bernal

Zemil Rocha e Jéssica Benitez
Vereadores aprovaram criação das secretarias da Mulher e da Juventude (Foto: Cleber Gellio)Vereadores aprovaram criação das secretarias da Mulher e da Juventude (Foto: Cleber Gellio)

A Câmara de Campo Grande aprovou por unanimidade, durante a sessão desta terça-feira, a reforma administrativa do prefeito Alcides Bernal (PP), com a criação de duas novas secretarias municipais, a da Mulher e a da Juventude. No mesmo projeto aprovado foi modificado o nome da Coordenadoria de Defesa Civil.

Também com 18 votos a favor e nenhum contra, os vereadores aprovaram a emenda modificativa, também de autoria do Executivo, que define de onde sairá o dinheiro (da Secretaria de Assistência Social) para criação das novas secretarias. A emenda reduziu o valor do remanejamento de R$ 2,6 milhões para R$ 1,8 milhão.

O problema relativo à origem dos recursos para a criação das duas novas secretarias gerou polêmica na Câmara, que chegou a fazer uma emenda assinado por 21 dos 29 vereadores para definir a fonte dos recursos. O projeto deveria ter sido votado há mais de um mês. No dia 16 de maio, o líder do prefeito, Marcos Alex (PT), chegou a concordar com a mudança proposta, mas Bernal, que estava em Brasília, pediu para adiar a votação.

Existem 22 secretarias ou agências equiparadas na administração municipal de Campo Grande e com a proposta de Bernal, aprovada hoje na Câmara, passarão a ser 24, contrariando o discurso do “enxugamento” da estrutura básica da prefeitura que fez no começo do ano.

Temor de acumulação - Na votação de hoje, os vereadores Eduardo Romero (PSL), Otávio Trad (PT do B), Coringa (PSD), Rose Modesto (PSDB), Luiza Ribeiro (MD), Gilmar Araújo (PR) e Carlos Augusto, o Carlão (PSB) fizeram questão de justificar o voto. Carlão foi o mais incisivo, pedindo ao prefeito Alcides Bernal que evite acumulação de cargos. “Quero pedir ao senhor prefeito que não acumule secretários nessas secretarias. Que não nomeie Semy, Ballock e Thais para acumular essas pastas , que nomeie pessoas competentes”, afirmou o socialista.

Até hoje, Bernal ainda mantém alguns secretários acumulando pastas na administração municipal. O secretário de Receita, Gustavo Freire, por exemplo, até hoje acumula o cargo de secretário de Governo.

No bojo do projeto de reorganização da estrutura básica da Prefeitura de Campo Grande, com objetivo principal de criar as Secretarias Municipais da Juventude e de Políticas para as Mulheres, a Câmara também aprovou a mudança do nome da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) para Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), inclusive com a competência de opinar sobre a necessidade ou não de decretação de Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions