A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/10/2013 13:37

Após prisão por desacato, vereadores cobram mais segurança na Câmara

Kleber Clajus
Confusão entre empresário e vereador resultou em prisão por desacato (Foto: Marcos Ermínio)Confusão entre empresário e vereador resultou em prisão por desacato (Foto: Marcos Ermínio)

O episódio que resultou na prisão por desacato do empresário Rodrigo Costa ao vereador Elizeu Dionizio (SDD), nesta quinta-feira (10), expôs também a necessidade da Câmara Municipal reforçar sua segurança para evitar que excessos possam prejudicar os trabalhos e até a integridade de quem trabalha e acompanha as sessões.

“Pedi um detector de metais porque do jeito que as coisas andam, um dia alguém pode entrar aqui armado”, comenta Juliana Zorzo (PSC). “Manifestações são bem-vindas, mas precisam ser ordeiras”.

De acordo com o vereador Flávio César (PT do B), as manifestações recentes que a Câmara e até “agressões constantes” contra os vereadores. Ele defendeu uma forma de manter os trabalhos e “não fechar as portas”.

Como na próxima terça-feira (15) a Casa de Leis volta à votação o pedido de Comissão Processante contra o prefeito Alcides Bernal (PP), não se descarta que haja reforço na segurança do local.

“Entendo que é a casa do povo, mas é preciso responsabilidade nestas manifestações. Vou consultar os órgãos de segurança sobre que medidas poderemos tomar a partir de agora”, destaca o presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB). “Não temos pessoal treinado para esse tipo de situação, porque confiamos nas pessoas que vem acompanhar os trabalhos”.

Caso de polícia – Durante a sessão de hoje, o empresário Rodrigo Costa chegou a questionar o vereador Elizeu Dionizio dizendo que “ele não era ninguém para falar em cassação do prefeito, quando tinha um esquema da sua empresa com a Câmara e foi eleito porque investiu R$ 200 mil na campanha”.

Rodrigo também foi candidato pelo PHS (Partido Humanista da Solidariedade) e acabou ofendendo o vereador com xingamentos, ao que recebeu voz de prisão de Dionizio que alegou, inicialmente, “desacato a servidor público no exercício de suas funções”.

Acompanhado do vereador Marcos Alex (PT), que lhe conseguiu um advogado, o empresário foi encaminhado por policiais civis para o 1º DP.

Esta não é a primeira vez que Rodrigo se envolve em debate com vereadores na Câmara, no dia 4 de setembro ele chegou a discutir também com o vereador Paulo Pedra (PDT), mas não nas mesmas proporções desta quinta-feira.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


esses vereadores tem é que tomar vergonha na cara e trabalhar.
Se fossem todos honestos e trabalhassem em prol da população não haveria manifestações ou desacatos. Agora a câmara de vereadores é a casa do povo e não tem que impedir que pessoas de mal caráter entrem se não nem os vereadores nao poderão entrar. Já pensou se houvesse um detector de bandido na frente eles seriam os primeiros a serem barrados.
 
Sérgio Marques de Alencar em 10/10/2013 17:22:41
Ficou ofendidinho por ouvir a verdade eh....parabéns ao Rodrigo Costa!!
 
Luiz Alvaro em 10/10/2013 16:22:08
A câmara municipal é a casa do povo, mas é um local de ordem e respeito.
A cadeia é o lugar ideal para quem não respeitar o local, fazendo desordens, desacatando ou atrapalhando o trabalho dos vereadores.
No dia 15/10 com certeza haverá nova confusão na câmara.
É bom que a policia fique alerta para manter a ordem o local.
Fez bagunça vai pra cana, não importa se é sindicalista, se é lider comunitário, ou se é puxa saco do prefeito.

 
VALDIR VILLA NOVA em 10/10/2013 15:51:48
Como diz o provérbio"nunca bata demais num covarde,pois um dia ele se torna valente".Isso é resultado do que os vereadores plantaram.Perderam o respeito, ninguém mais cai na lábia deles.Agora estão com medo?A população tá de saco cheio dessas manobras e palhaçadas.Dá até pra criar um seriado.O título vai ser "Bernal e os improváveis".Com uma chamada mais ou menos assim:"Assista aqui neste mesmo site todos os dias, mais um capítulo desta eletrizante história sobre o que acontece quando votamos errado."
 
Marcia França em 10/10/2013 15:34:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions