A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/07/2009 11:58

Aposentadoria dos vereadores será votada de novo dia 14

Redação

O presidente e relator da Comissão de Revisão à Lei Orgânica do Município, respectivamente Lídio Lopes (PP) e Mário César (PPS) afirmam que a proposta de aposentadoria dos vereadores será votada em 2ª discussão no dia 14 (terça-feira). A declaração foi feita em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, no Plenário Edroim Revertido, na Câmara de Campo Grande.

Pela Constituição Federal, o servidor ocupante de cargo em comissão ou temporário deve ser incluído no regime geral de previdência, ou seja, o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Mas a proposta aprovada por unanimidade em 1ª discussão coloca como facultativa a contribuição pelo Instituto de Previdência de Campo Grande.

A justificativa para a manutenção da proposta na pauta de votações é a legislação estadual, que permite a aposentadoria de deputados estaduais. "Se for ilegal, vai ser no município e no Estado também", afirma vereador Mário Cesar. "Estamos seguros, tranquilos. Não fizemos invencionice. Estamos pautados às leis superiores e aos usos e costumes".

A Lei Orgânica Municipal em vigor diz que prefeitos, vereadores, secretários e demais agentes políticos devem ser segurados obrigatoriamente pelo Instituto de Previdência de Campo Grande.

Lídio e Mário César afirmam que, por haver dúvida sobre a constitucionalidade, os vereadores sempre recolheram a contribuição pelo INSS.

Segundo o vereador do PPS, os parlamentares terão que contribuir o mesmo período que qualquer cidadão comum (35 anos de contribuição ou 65 anos de idade), além dos 36 meses de carência.

Ainda conforme os parlamentares, o valor do subsídio será definido com base na média da contribuição feita nos últimos 80 meses.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions