A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/02/2011 07:49

Assembleia vai decretar luto oficial e suspender sessões para homenagear Celina

Fabiano Arruda

Conselheira do TCE morreu esta madrugada

Celina estava internada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. (Foto: João Garrigó)Celina estava internada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. (Foto: João Garrigó)

O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) informou há pouco que os deputados estaduais se reúnem agora pela manhã para decretar o luto oficial de três dias por conta da morte da ex-conselheira do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Celina Jallad (PMDB). As atividades da Assembleia Legislativa estão suspensas.

Ele também afirmou que a Casa deve suspender as sessões durante esta semana para homenagear a ex-deputada estadual e que essa decisão vai ser discutida com outros parlamentares.

“As palavras são difíceis. Vivemos muito tempo juntos e não a via como ex-deputada ou conselheira do TCE, mas como irmã”, lamentou.

O presidente da Assembleia Legislativa também comentou que a morte de Celina é uma perda significativa, sobretudo, “pelo seu lado humano”.

“O Estado perde uma mulher que sempre se pautou na luta pela igualdade social. Creio que essa era sua principal marca”, afirmou Jerson.

O parlamentar acredita que o corpo de Celina deve chegar a Campo Grande apenas no período da tarde.

Aneurisma - Celina Jallad morreu esta madrugada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internada devido a aneurisma da aorta dissecante que sofreu ontem.

Ela foi submetida a cirurgia, que terminou à meia-noite e faleceu às 5 horas.

Celina Jallad nasceu em 11 de fevereiro de 1947, em Campo Grande. Ela foi deputada estadual por quatro mandados e assumiu vaga no TCE em novembro do ano passado.

Celina era professora e empresária, filha do ex-governador Wilson Barbosa Martins e Nelly Martins.

Já ocupou secretarias municipais e de governo e foi a primeira mulher a ser eleita deputada em Mato Grosso do Sul.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


EU E MINHA ESPOSA TRABALHAMOS COM A D. NELLY E DEPOIS COM A CELINA,. FUI SEU COLEGA DE TRABALHO NA SEC DE AÇÃO COMUNITÁRIA EM 1988. MULHER DINÂMICA E QUE LUTAVA PELAS COISAS DE MS. MORO HOJE EM CUIABA E AINDA NO MES PASSADO , LIGAMOS PARA ELA PARA PARABENIZA-LÁ PELA NOMEAÇÃO NO TCE.LUTAVA CONTRA O CÂNCER, MAS NOS PARECEU A MESMA GUEREIRA DE SEMPRE.PERDEMOS UMA GRANDE AMIGA E O ESTADO PERDE UMA GRANDE MULHER.
 
carlos alberto sotero em 28/02/2011 12:20:42
o mato Grosso do Sul chora por Celina , mulher guerreira, que nao perdeu a guerra simplesmente passou para a vida eterna.
 
TEREZINHA FALCAO em 28/02/2011 10:39:45
Mato Grosso do Sul perde uma filha querida e uma servidora exemplar. Nossas condolências à familia.
 
Fernando Andrighetti em 28/02/2011 08:52:02
Celina não foi a primeira mulher a ser eleita deputada em Mato Grosso do Sul. Tal mérito é de Marilu Guimarães Segatto e Marilene Coimbra, basta visitar a fonte mais segura dessas informações: site da Assembléia Legislativa e do TRE-MS
 
Regis Puppim em 28/02/2011 06:18:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions