A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/01/2014 16:06

Bernal atribui problemas de Campo Grande à "ação de classe política"

Zana Zaidan
Para 2014, Bernal espera aproximação com os vereadores pelo bem de Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)Para 2014, Bernal espera aproximação com os vereadores pelo bem de Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)

Como balanço de 2013, primeiro ano à frente da administração de Campo Grande, o prefeito Alcides Bernal (PP) afirma que poderia ter feito mais pela cidade, não fossem as “dificuldades” e “injustiças” impostas “pela classe política”. Para 2014, Bernal espera pôr fim aos obstáculos entre ele e os vereadores e garante, buscar diálogo “pelo bem da cidade”.

O ano político do prefeito foi marcado pela falta de articulação com os membros do legislativo municipal, que resultou na perda de aliados que, até então, integravam a base de sustentação de Bernal.

“Eu queria ter realizado muito do que poderia ter sido feito em 2013 se não fossem as dificuldades que me foram criadas pela classe política. Mas não vou me cansar de buscar um diálogo, vou insistir, convidar os vereadores para que venham somar, trabalhar pelo bem da nossa cidade”, garante Bernal.

Cassação do mandatoA aprovação da Comissão Processante pela maioria dos vereadores foi apontada como a “grande decepção” de 2013 para Bernal. “Me decepcionou muito, essa injustiça que foi feita. Essa tentativa de cassação de mandato, sem motivo real algum. Se eu cometi algo de errado, então é errado economizar, errado acabar com privilégios, errado dar oportunidade para todos. Se isso é errado, então, sinceramente, estou em um lugar onde não posso estar”, diz o prefeito, acrescentando que “deveria era receber o apoio da maioria dos políticos na Câmara Municipal”.

Aprovada em plenário por 21 dos 29 parlamentares, o relatório final da Processante pedia a cassação do mandato de Bernal. A votação do documento que poderia cassar o mandato do prefeito foi interrompida pela Justiça durante o recesso parlamentar, mas deve ser retomada com a volta dos trabalhos da Casa. 

“Eu quero que uma parte dessa classe política me deixe trabalhar, o resto é conseqüência. Eles estão lá para representar o interesse do povo. Campo Grande já tem um prefeito que trabalha e, por isso, não vai parar”, finaliza, além de rebater as críticas de que o crescimento da Capital estaria estagnado devido à omissão do Executivo municipal.



CÉRTISSIMO, ocorre que ele nunca foi político então não consegue se entrosar com a classe.
 
juraci montanha em 15/01/2014 15:54:57
Concordo em gênero e número com o Junior Ferreira. O grande cancro financeiro/administrativa do Brasil chama-se classe política, principalmente o Poder Legislativo. Mas, em outubro deste ano a população brasileira vai dar o troco. Almejamos somente que não haja mais protestos violentos, como ocorreu em 2013 quando, mesmo os vândalos identificados permaneceram impune por causa da frouxidão da Lei Brasileira.
Jose Vicente Avalhas Marques
 
Jose Vicente em 15/01/2014 09:52:25
NAO JOSE CARLOS, NAO PODE CHAMAR OS ELEITORES DELE DE BURROS, FAÇO ISSO SEMPRE E SOU MUITO CRITICADO RSRSRS VC DEVE CHAMAR OS ELEITORES DELE DE "ABENÇOADOS" UAHUAHAUAHUAHA
DEIXA O HOMI TRABALHAR! KKKKKKK
 
HENRY DAVI´S LUZARDO SOUZA em 15/01/2014 08:23:13
Falta planejamento e sobra incompetencia!!
 
daniela dias em 15/01/2014 02:26:37
Mais não é e hoje que a classe política é o problema de todo país, desde vereadores até ministros e senadores.
 
Junior Ferreira em 14/01/2014 22:56:44
Olha...fiquei emocionado.Coitado do prefeito.Um perseguido,uma eterna vítima da política.Parece até o José Genoíno que roubou milhões e se diz um perseguido,um preso político.Ou o tal coordenador da defesa civil municipal de campo grande que ignorou o alerta de temporal dado pelo seu comandante e coordenador estadual e ainda põe a culpa em outra pessoa,um coitado de um voluntário que só quer ajudar a incompetente máquina pública.Só falta o prefeito alegar que não fez nada durante 2013 por culpa do processo da catadora de lixo.Lastimável.
 
Carlos Henrique em 14/01/2014 22:34:54
É a típica conversa:
Se as coisas dão certo as glorias são minha, se as coisa dão errado a culpa é dos outros.
Anda seguindo a cartilha do PT à risca.
Os vereadores existem para legislar e fiscalizar as ações do executivo.
Se o executivo é inútil ou ineficiente, a culpa não é dos vereadores.
 
Renato Gonçalves em 14/01/2014 22:27:42
Quando este dignissimo senhor vai virar gente grande e assumir seus erros? A cidade parou, regrediu e o unico culpado é ele mesmo que se mantem incompetente. Alias, os culpados são aqueles que votaram nele.
 
Jessica Santos em 14/01/2014 20:30:40
Esse cara foi eleito para administrar a cidade e mante-la limpa e organizada e, de janeiro de 2013 até hoje o município já arrecadou mais de R$ 3 bilhões em impostos e esse Bernal não apresentou nenhum projeto de melhoria da cidade ou alguma obra que vá beneficiar a população. Prefeito de um mandato só.
 
Marcos Wild em 14/01/2014 19:58:11
Todos estão errados, só esse prefeito q está certo! Quem não está vendo ruas e praças abandonadas, matagal por todo o lado...aff é o fim, de campo grande!!!
 
priscilla souza em 14/01/2014 19:54:07
Uma coisa é fato, e eu não votei nele. Os vereadores sabotaram o orçamento para 2013. Mas ele tem que resolver o problema daquele 'apartamento' dele.
 
Cristiano Arruda em 14/01/2014 19:42:10
Quando a incompetência é grande, a culpa sempre é dos outros...
O macaco sempre olha para o rabo dos outros.
Pobre Campo Grande, chora, chora ,... a sua malsucedida aventura tresloucada...
 
arnobio luiz em 14/01/2014 19:41:10
eu votei sou burro zé ?e o nerso que fez olha a licitação da saúde olha lá ze´! deixa de ser hipócrita.
 
Sergio Lima em 14/01/2014 19:37:56
Deixar trabalhar?? Só rodar um pouco a cidade que vão ver que a prefeitura não trabalha, que perdemos muito nesse ultimo ano!!
 
Caio Prado em 14/01/2014 17:54:42
"...então é errado economizar, errado acabar com privilégios, errado dar oportunidade para todos. Se isso é errado, então, sinceramente, estou em um lugar onde não posso estar”...
Estranho esse comentário, mas nada melhor que rebate-lo com fatos:Professores concursados protestam na prefeitura e exigem nomeação (Hum prof temporário cheiro de carta marcada - Ah oportunidade para todos), "Apesar de Coordenadoria, líderes comunitários criticam atuação de Bernal" - as pessoas em primeiro ligar, essa e a melhor. "Sem aval da Câmara, Alcides Bernal reajusta valor do IPTU em até 400%" matou a pau.
Não podemos esquecer das contratações emergenciais de pessoas e empresas que esta gastando rios de dinheiro - desculpa ele esta economizando. Gente sem comentarios.
 
julia Cardoso em 14/01/2014 17:00:32
Ele tem razão, problema é do burro que votou nele!!!!!!!!!
 
jose carlos em 14/01/2014 16:36:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions