A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/03/2013 19:01

Bernal compra gasolina 42% mais cara que a paga no ano passado

Zemil Rocha
Bernal anulou licitação de combustível feita por Nelsinho (Foto: Arquivo) Bernal anulou licitação de combustível feita por Nelsinho (Foto: Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande, sob a gestão de Alcides Bernal (PP), fechou um contrato de fornecimento de combustível que tem valor 42% superior ao praticado na administração de Nelsinho Trad (PMDB). O gasto mensal de combustível em 2012, último ano do governo de Nelsinho, girava em torno de R$ 100 mil, enquanto o contrato fechado agora, sob a gestão de Bernal, com o Posto Emanuele Ltda é de R$ 142,5 mil por mês.

O contrato global de seis meses com o Posto Emanuele, publicado hoje no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), tem valor de R$ 855 mil. Dividindo-se esse valor total pelo prazo de 180 dias o resultado é R$ 142,5 mil por mês. O extrato do contrato, publicado no página 2 do Diogrande, foi assinado por Ricardo Trezfger Ballock, secretário de Administração, e Thiago Moraes Salomão no dia 20 de fevereiro.

Fontes ligadas à administração de Nelsinho Trad informaram que o consumo pela frota de veículos da prefeitura era de 30 mil litros de gasolina e 5 mil litro de etanol por mês. O posto Emanuele Ltda cobra R$ 2,985 por litro de gasolina e R$ 2,199 por litro de etanol. Fazendo-se o cálculo, tem-se que o custo de 30 mil litros de gasolina é de R$ 89.550,00, enquanto o dos 5 mil litros de etanol chega a R$ 10.995,00.

Chama atenção, porém, o fato de que nesse contrato, fechado com dispensa de licitação, só um tipo de combustível está sendo comprado para abastecer a frota da prefeitura: gasolina, que tem preço mais elevado e, pelo menos quanto aos carros flex, não está sendo compensador em relação ao álcool.
Outro aspecto que salta aos olhos é que a comparação de preços entre o gasto da gestão anterior com combustível e a nova contratação de combustível acontece com valores atuais de gasolina e etanol. No final de janeiro, o reajuste da gasolina foi de 6,6%.

Tratam-se, contudo, de contratos diferentes. Até o ano passado, a prefeitura fazia contrato global com duração anual, com cinco postos de combustível, em consórcio, sendo fornecedores. No final de 2012, na licitação por “melhor preço”, que acabou sendo cancelada por Bernal, o serviço deveria ser prestado por meio de “software de gerenciamento e captura de transação com reconhecimento automático de veículos oficiais” para atender a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Administração. Na atual versão do contrato da prefeitura, o Posto Emanuele Ltda, único contratado com “dispensa de licitação”, vai prestar serviços de gestão de abastecimento, por intermédio de software de gerenciamento através de cartão magnético através da internet, o que pode dar diferença no preço negociado, situação que não pode ser verificada por falta de informações da assessoria de Bernal.

A licitação realizada no ano passado, na gestão de Nelsinho Trad, foi anulada por Bernal no dia 20 de fevereiro. A assessoria de comunicação do prefeito Alcides Bernal alega que havia irregularidades insanáveis no contrato anterior, como mudança de regras do edital no curso da competição. Também argumentou que o contrato publicado hoje, com o Posto Emanuele Ltda, tem o “mesmo preço” do fechado anteriormente e que foi cancelado pela prefeitura na gestão de Bernal. Negou-se a anotar os números e buscar informações na prefeitura, exigindo que lhe fosse enviado um e-mail solicitando os dados.

Ex-integrantes da gestão passada chamam atenção também para a "emergência" que tem sido usada com frequência pela nova administração municipal. "Não se pode confundir emergência com incompetência. Toda vez que faz emergência tem de ter fato que gera emergência. Quando o Tribunal de Contas e o Ministério Público começar a ver essas licitações certamente o prefeito Bernal vai ter problemas.  Ele está governando Campo Grande por emergência", afirmou um deles.

 



Gentem,isso com certeza dv ter uma fiscalização? ou não?''????''
 
alfredo jorge rocha em 06/03/2013 21:59:55
Voces estaõ com dor de cotovelo , deixe o homem trabalhar . Procurem ajudar e não atrapalhar . Tem muita gente que se ferrou porque mamava e a teta secou KKK..
 
dourival franco em 06/03/2013 10:31:12
População,vocês querem quebrar a prefeitura e a máquina da corrupção?.É tão simples!!!,é só toda a população não pagar mais o IPTU durante os 4 anos de gestão,vocês ainda ganharão descontos especiais quando forem pagar os impostos na negociação,os descontos ainda serão bem maiores que se vocês pagarem tudo á vista.Fika a dica!!!
Só os tributos da água e luz não sustentaram à máquina por muito tempo...
 
Dário Silva em 06/03/2013 10:29:27
Como ja disse uma vez a ministra do Governo Lula Sra. Marta Suplici "RELAXA E GOZA".
 
Edi Carlos em 06/03/2013 10:28:30
Que parte da matéria não entenderam? Leiam novamente o trecho abaixo:

"O posto Emanuele Ltda cobra R$ 2,985 por litro de gasolina e R$ 2,199 por litro de etanol. Fazendo-se o cálculo, tem-se que o custo de 30 mil litros de gasolina é de R$ 89.550,00, enquanto o dos 5 mil litros de etanol chega a R$ 10.995,00"
Ou seja, R$100.545,00 (prestem atenção!! valor de R$2.985 gas e R$2.199 álcool estão atualizados com a data de hoje)
Onde foram parar o restante dos R$142,5 mil? R$42 mil foi pro bolso de quem? Acho bom que isso apareça na mídia, para que todos que votaram nesse indivíduo vejam com os próprios olhos a "cagada" que fizeram. Serão 4 anos.. passaram-se apenas 3 meses e o caos na administração já é totalmente visível. Parabéns aos eleitores. Como sempre, Brasil, um país de "tolos"
 
Adriano Azevedo em 06/03/2013 10:07:27
O combustível está muito caro mesmo atualmente. Por que não inventam um carro movido a luz solar?
 
Anita Ramos em 06/03/2013 09:23:51
"A assessoria de comunicação do prefeito Alcides Bernal alega que havia irregularidades insanáveis no contrato anterior, como mudança de regras do edital no curso da competição."
A única irregularidade que eu cidadão comum vejo é o aumento de R$42.500,00 por mês para a execução do mesmo serviço executado nas últimas administrações. Colocar mais viaturas nas ruas para fiscalização de irregularidades, agilizar o atendimento ao cidadão e disponibilizar mais viaturas a guarda municipal são questões que não são citadas pelo exmo. Prefeito.
Infelizmente, o que se vê nesta nova administração são críticas a anterior e soluções para a mesma até o momento não foram apresentadas.
 
Thales Padilha em 06/03/2013 08:48:32
Alice Silva, leia novamente e com atenção. O texto não diz que o preço do combustível é 42% mais caro e sim que a despesa com combustível aumentou em 42%. De 100 mil para 142 mil.
 
Filipe Alberto em 06/03/2013 08:46:43
Tribunal de Contas cade vocês???? Lembrem-se que o contrato não pode ultrapassar o período emergencial decretado o que, segundo a notícia, já está acontecendo. Por outro lado ele só atinge as despesas na área de saúde e não de toda a prefeitura já que a emergência alegada era por conta da "DENGUE".
 
Carlos Marques em 06/03/2013 08:44:19
Era essa mudança que o povo queria! Tai kkkkkkkkkk
 
josé leite em 06/03/2013 08:36:50
Realmente cade o Ministério Público como ele enterrompe um contrato já feito com vários
posto de gasolina onde pagava mais barato e firma um contrato com um so posto da rede
locatelli para pagar mais caro cade o Ministério pessoal.
 
Otavio Paes em 06/03/2013 08:36:16
Genteeeee, abram o olhooo!!! Vocês esqueceram que o preço do COMBUSTÍVEL GASOLINA AUMENTOU E MUUUUUITOOOO???? Não tem como comparar com o que foi gasto no passado, tendo em vista esse aumento.
 
Laís de Almeida em 06/03/2013 08:32:33
E O BERNAL???

QUE NÃO TINHA COMPETENCIA, TODOS JÁ SABIAM, MAS, VOLTARAM NELE, COM O VOTO DENOMINADO DE PROTESTO... QUE CONSIDERO COMO SENDO PROTESTO BURRO...
MAS, NÃO PODEMOS ESPERAR QUATRO ANOS, PARA TIRA-LO DE LÁ, SE FOR FALTA DE COMPETENCIA, MESMO, E FICAR SÓ OLHANDO TAMBEM NÃO, TEMOS COMO EXEMPLO: O FIAT 147 DO FERNANDO COLLOR.
 
JOSI FRANCIS em 06/03/2013 08:23:40
Desapega meu povo, vão procurar o que fazer, olhar pra trás não vai resolver a perda da "bocarra".
 
carlos eduardo em 06/03/2013 08:19:25
quanto será que ele vai embolsar nesta compra de combustivel a 42% mais cara? onde ele vai levar nosso Campo Grande?
 
ely monteiro em 06/03/2013 08:00:26
iiiiiii ja começou sr "prefeito" sera que eh amigo do proprietario do posto?? ou ta levando uma comissão nessa???
 
paulo matos em 06/03/2013 07:54:08
Meu deus, aonde vamos para com esse prefeito ? Será que a cidade nao ve que a progressao que tivemos nos ultimos anos, em relaçao a nossa cidade, vai literalmente sumir, assim como muitos eleitores confiei e votei no Bernal, confesso que com uma esperança de mudança, mas vejo hoje um radialista tentando administrar uma cidade como a nossa, e nos afundando cada vez mais, voces ja viram VIATURA Da P.M sendo empurrada por falta de gasolina ? Policiais empurrando viatura no meio da rua para chegar a uma ocorrencia, podem averiguar, isso existe sim, e é aqui na nossa cidade, Vergonha
 
Rodrigo Lossavero em 06/03/2013 07:42:17
é pra acabar com tudo! o sr. Bernal vai levar a prefeitura de campo grande a falencia! tiren no de lá já!
 
SILMAR OLIVEIRA em 06/03/2013 05:20:48
Esse cara vai se dar mal, governa sozinho e administracao de uma prefeitura nao eh assim como ele estah fazendo, mas o povo elegeu, entao aguente as consequencias quem vai pagar eh o povo, coitado daquekes q nao votou nele, vai sofrer junto. Que baderna heim...............
 
saeko suzuki em 05/03/2013 22:42:41
na gestao do nelsinho a gasolina estava em torno de 2.62 na gestao do Bernal esta 2.99. Si vcs fazer as contas vai dar o mesmo gasto nos 2 mandados. Deixa o Bernal trabalha afinal de contas e campo grande que perde com essas picuinhas
 
andre martelis em 05/03/2013 22:07:14
Estranho. Quanto será que o Bernal Collor de Mello,tá levando nessa?
 
Rodrigo Souza em 05/03/2013 21:57:08
E o Bernal?, ferro nos campograndenses que elegeram o mais safado dos candidatos que passaram pela prefeitura da nossa querida morena,até que me prove o contrario esse prefeito não tem competencia pra administrar nem prostiabulo,quanto mais uma capital de um estado tão promissor quanto a nossa querida morena,agora e só esperar o ferro entrar por quatro anos e não reclamar,E o Bernal?.kkkkkkkkk
 
Carlos cunha em 05/03/2013 21:17:12
Tem posto aí atrás?
 
Geraldo Silva em 05/03/2013 21:16:27
ta todo mundo nervoso, a fonte parou de secar
 
ADRIELLE PEREIRA em 05/03/2013 20:53:17
Realmente, pode ver que algum ele colocou no bolso. E pior alguem do posto deve ter ganhado algum, com certeza.
 
gabriel silva em 05/03/2013 19:56:28
Camara de vereadores, Tribunal de Contas, o que esta acontecendo? Contrato emergencial com um só posto? Pagando combustível 42% mais cara? Na cara dura? Senhores vereadores, está na hora de colocar esse senhor no lugar dele e fazer ele ser transparente com o dinheiro público. Queremos cobranças da parte de vocês e respostas para estas situações.
 
Alice Silva em 05/03/2013 19:34:19
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
desse pecado, ter votado nessa pessoa, eu não vou pagar!!
divirtan-se pelos próximos 4 infelizes anos, povão...
 
francisco guimaraes em 05/03/2013 19:31:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions