A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

02/12/2015 10:30

Bernal diz que pagamento de 13º salário depende dos vereadores

Antonio Marques e Leonardo Rocha
O prefeito Alcides Bernal disse que o pagamento do 13º salário depende de projetos serem aprovados pelos vereadores (Foto: Fernando Antunes)O prefeito Alcides Bernal disse que o pagamento do 13º salário depende de projetos serem aprovados pelos vereadores (Foto: Fernando Antunes)

O prefeito Alcides Bernal (PP) disse, nesta manhã, durante evento da segurança pública, que para pagar o 13º salário dos servidores vai depender da aprovação de pelo menos dois projetos que estão tramitando na Câmara Municipal e que os vereadores devem cumprir o papel deles para o “bem do interesse público”. O pagamento deve ser feito até o dia 20, mas a prefeitura ainda não sabe como vai fazer o pagamento.

Bernal lembrou que esteve na Casa nesta terça-feira, 1º, e conversou com o presidente João Rocha (PSDB). “Pedi para que ele intercedesse para aprovação dos projetos. Campo Grande precisa muito disso”, afirmou o prefeito.

Para ele, o projeto que trata da utilização dos recursos judiciais, que trancou a pauta da Câmara desde ontem, seria um dos citados pelo prefeito como essencial para ele poder programar o pagamento do 13º salário. Outro, seria o do PPI (Programa de Pagamento Incentivado), apresentado ontem durante a visita do prefeito. O projeto prevê novo plano de pagamento parcelado dos débitos com a prefeitura.

Na sessão de ontem, o vice-presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, vereador Eduardo Romero (Rede) pediu vistas para analisar o projeto que trata dos depósitos judiciais que o município de Campo Grande teria direito em um acordo com o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), o que equivale a cerca de R$ 28 milhões para pagamento de precatórios e dívidas com a previdência.

Como o projeto é de autoria do Executivo e já ultrapassou o prazo regimental para aprovação na Casa, que é de 45 dias, a pauta na Câmara está trancada até seja aprovado ou retirado pelo autor. Porém, o prefeito adiantou hoje que “não tem porque retirar o projeto. Não há o que mudar. Nós seguimos criteriosamente como deveria ser feito”.

Em relação a questionamentos feitos pelo vereador Eduardo Romero e que, ontem, alegou o pedido de vistas por falta de resposta da própria prefeitura, Bernal disse que vai enviar técnicos e responder por escrito todas as perguntas. “Se precisar vou pessoalmente conversar com o vereador para tirar as dúvidas. Vamos responder a tudo”, garantiu o prefeito, acrescentando que essa situação da Câmara de trancar a pauta é muito prejudicial.




Nunca vi um prefeito tão , incompetente e sonso na minha vida, já que não tem capacidade administrativa renuncia logo palerma, fica culpando todo mundo pela sua incapacidade,mais pra decretar aumentos ele é bom e age rapidinho sem vergonha.
 
Junior_Ferreira em 02/12/2015 11:08:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions