A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/01/2014 19:02

Bernal ignora crise e tira férias após superar o risco maior de cassação

Josemil Arruda
Bernal tirou uma semana de férias, mas pode esticá-la (Foto: arquivo)Bernal tirou uma semana de férias, mas pode esticá-la (Foto: arquivo)

O prefeito Alcides Bernal (PP) resolveu tirar uma semana de férias com a sua família. Ele viajou na semana passada e só deve retornar a Campo Grande na segunda-feira (3), dia em que recomeçam os trabalhos da Câmara da Capital. A participação dele na sessão inaugural de 2014, porém, ainda não está confirmada.

“Queremos que esteja presente na sessão da Câmara, se ele estiver na cidade”, afirmou o líder do governo municipal, Marcos Alex, o Alex do PT, sem dar garantia de que o prefeito cumprirá o ritual de participação da sessão com a leitura da mensagem aos vereadores sobre os trabalhos realizados no ano anterior e as previsões de obras e serviços para o atual exercício.

Marcos Alex disse que só ontem ficou sabendo que o prefeito tinha viajado. “Soube ontem que ele tinha viajado, mas o Pedro Chaves me disse que era para ter chegado ontem mesmo ou hoje”, admitiu o líder do prefeito. “Soube pelo professor (Pedro Chaves) que ele tinha se ausentado para dar uma descansada”, acrescentou.

Crise política – Embora a crise política continue após um ano e um mês de governo, o prefeito Alcides Bernal aproveitou este período de recesso parlamentar e decisões judiciais favoráveis para tirar férias com a família. Na semana passada ele teve a tranqüilidade para deixar a cadeira de prefeito vazia, com a decisão da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de manter suspensa a sessão de julgamento do pedido de cassação, mantendo um posicionamento que já tinha sido adotado em 26 de dezembro do ano passado, quando a reunião foi encerrada liminarmente.

Neste mês janeiro, vários secretários de Bernal já tiraram férias, num sistema de revezamento. Bernal viu-os se ausentarem para o descanso, sem poder fazer o mesmo, temendo a convocação de uma nova sessão de julgamento na Câmara de Campo Grande. Também testemunhou o fato de o governador André Puccinelli (PMDB) ter curtido as férias nas praias do Rio de Janeiro, no período de 4 a 18 de janeiro.

Agora, com a segurança judicial de que o julgamento pelos vereadores continua suspenso, Bernal deixou a cadeira de prefeito para descansar. Ignorou, porém, que os vetos às 73 obras causou muita insatisfação, bem como o reajuste do IPTU por decreto acima da inflação, correndo o risco de enfrentar insatisfação ainda maior, inclusive de sua base.

O lugar do descanso do prefeito Alcides Bernal está sendo mantido em sigilo. “Não sei para onde ele foi, não tenho ideia”, afirmou Alex do PT.

 

 



mas daqui uns dias ele nao sera mais prefeito ..
 
paulo ratinho em 31/01/2014 16:52:42
Diário Oficial com assinatura de prefeito de férias... Aliás, por lei, quando o prefeito se ausenta da cidade, o vice-prefeito tem que assumir interinamente o comando da cidade, ou estou errado?
 
Roberto Manvailer Munhoz em 31/01/2014 14:36:25
Direito dele de tirar férias ... e os nossos direitos de cidadãos que são violados diariamente por essa administração. IPTU congelado, asfalto sem retalhos ... essas são algumas das propostas de campanha que já foram descredibilizadas.
 
Marcos Diego em 31/01/2014 12:44:59
A cidade SUJA, crianças sem UNIFORME, sem MATERIAL ESCOLAR e outras cositas mais e o prefeito sai de FÉRIAS? Não bastou o ano inteiro sem fazer nada.
 
Meire Pereira de Souza em 31/01/2014 12:26:30
Tirando férias com a cidade em um caos.......
 
joão gois em 31/01/2014 11:58:26
Ainda bem que ele deixou esta cidade tambem organizada que pode ter o luxo de sair para passear (logicamente em outro lugar ) porque aqui ele teria vergonha de andar principalmente nos bairros desta Capital.
 
antonio neto em 31/01/2014 11:34:52
Férias???? Tanto faz estar na cidade ou não, a prefeitura está há um ano e um mês à deriva, sua presença não faz a menor falta. Na verdade, nossa cidade está abandonada então, é melhor ficar sem prefeito de vez, só assim não teremos do que reclamar. Alegou que o governador tirou férias, mas tudo foi oficialmente documentado, ficou substituto no lugar, já o prefeito não faz falta, não sabe que é preciso oficializar seus atos, só sabe brigar. Parabéns a quem jogou nossa cidade nessa sinuca de bico.
 
Ana Clara em 31/01/2014 11:09:51
Meu Deus!! É direito dele!!!
 
Patricia Almeida em 31/01/2014 09:43:05
Que estranho ele de férias e não estar em campo grande . Sendo que hoje no diario oficial consta decretos pessoais assinado por ele na data de ontem. Se ele está de férias e nem está em campo grande nem poderia sair decretos com assinatura dele. Muito estranho isso!!!. Será que ele publica e depois assina? Por isso falam que esse prefeito é um prefeito de caneta sem tinta!.
 
Fabio Leite em 31/01/2014 09:31:54
Mas e o vice-prefeito, será que foi convocado para assumir na sua ausencia ?
 
Reinaldo Sandim em 31/01/2014 09:22:10
Esse prefeito é comédia, quer dizer mais trapalhão, essa historia não termina por ai, muitas águas rolarão, ele vai aprontar muitas ainda, esta dando uma semana de trégua kkkkk .. Campo Grande não merece isso ....
 
Rafael Alves oliveira em 31/01/2014 08:59:58
mais férias, 2013 inteiro não foi o suficiente...
 
Juliano monteiro em 31/01/2014 07:32:03
Ferias?
Mas nem trabalhou pela nossa cidade!
Ah ja sei ta cansado de ser lembrado tanto pelo que fez, e pelo que fez errado , so pode!
 
Anderson Silva em 31/01/2014 07:18:16
É uma vergonha esse prefeito tirar férias, não fez nada por Campo Grande.
 
Carlo Gomes em 30/01/2014 23:52:41
Ele está certinho, eu tambem quero muito ir viajar quando estiver de férias, não vejo mal algum nisso. Alias, nem precisava publicar uma coisa dessa, isso é da vida pessoal dele, não precisa ser exposta assim.
 
geferson cabral em 30/01/2014 23:14:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions