A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/04/2013 19:03

Bernal prevê Orçamento de 2014 com reajuste menor que a inflação

Zemil Rocha
Bernal reunido esta tarde com os vereadores (Foto: Divulgação)Bernal reunido esta tarde com os vereadores (Foto: Divulgação)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), está estimando um Orçamento de 2014 com aumento de apenas 0,61%, indo a R$ 2,716 bilhões, o que representa dez vezes menos do que a inflação prevista para este ano, que é de 6,15%. “É um Orçamento conservador”, afirmou o presidente da Câmara de Campo Grande, Mario Cesar (PMDB), que recebeu o projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) das mãos de Bernal esta tarde, por volta de 16 horas, numa rápida reunião. Hoje era o último dia para o prefeito apresentar a LDO à Poder Legislativo municipal, sob pena de incorrer em crime de responsabilidade.

A previsão é de que o Orçamento de 2014 tenha um crescimento nominal de apenas R$ 16,4 milhões em relação à peça orçamentária deste ano, que totalizou R$ 2,7 bilhões. O reajuste é muito pequeno, 0,61%, sequer repondo a inflação, prevista para 6,15%. “E é menor ainda se considerarmos o IPCA-E, que é o índice que sempre usamos no município”, observou o presidente da Câmara.

Neste ano de 2013, o Orçamento do município de Campo Grande é de R$ 2,7 bilhões, um acréscimo de 15,43% em relação ao Orçamento Municipal de 2012, que foi estimado em R$ 2,4 bilhões. “Na época o reajuste foi bem acima da inflação, já que o IPCA-E foi de 7%”, afirmou Mario Cesar.

Bernal compareceu até a Casa de Leis acompanhado do secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Wanderley Ben Hur da Silva, e entregou no prazo regimental o Projeto de Lei nº 7.184/12, que dispõe sobre a LDO. Também participaram da reunião o líder do prefeito na Câmara, Marcos Alex Azevedo de Melo, o Alex do PT, e os vereadores Grazielle Machado (PR), Carla Stephanini (PMDB), Alceu Bueno (PSL), Delei Pinheiro (PSD), Paulo Pedra (PDT) e Flávio César (PT do B).

O presidente da Câmara informou que o projeto de LDO já começa a tramitar amanhã. “Amanhã vamos dar conhecimento ao plenário e entregar o projeto para análise da Comissão de Orçamento e Finanças”, revelou Mario Cesar. Pelo prazo legal, a Câmara tem que aprovar a LDO até o final deste primeiro semestre.

Bernal se colocou à disposição dos vereadores para esclarecer dúvidas sobre o projeto de LoDO. “Estamos entregando a LDO como deve ser feito e me coloco a disposição dos vereadores para esclarecer qualquer dúvida e prestar qualquer esclarecimento”, afirmou ele.

O secretário Wanderley Ben Hur explicou que o baixo índice de crescimento se deve ao fato de que antes “os valores eram superestimados”. Segundo ele, agora foram estabelecidos números mais próximos da realidade. “No Orçamento tem muitos itens de receita que não aconteciam, como o caso dos convênios, nos quais são investidos cerca de 30 a 40% do valor previsto no Orçamento”, explicou ele.

 



A LDO entregue pelo prefeito para a Câmara Municipal, é o mesmo que entregar farinha de trigo na padaria. Vai ser colocado água, amassado, batido, cortado, fatiado, colocado para crescer, congelado, descongelado, colocado no forno e depois...TORRADO.
 
tony ueno em 16/04/2013 08:02:26
É o atestado de paralização da economia e investimentos municipal. A cidade esta parada esperando não sei o quê. Parabéns ao campo grande news pela isenção é o único que publica meus comentários, o outro site não está publicando nada que seja contra o Bernal.
 
Juarez Goncalves em 15/04/2013 21:49:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions