A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/05/2014 17:16

Cacique lembra morte de Oziel e reclama da saúde indígena a ministro

Josemil Arruda e Lidiane Kober
Lideranças indígenas com o senador Delcídio durante evento na Fiems (Foto: Marcos Ermínio)Lideranças indígenas com o senador Delcídio durante evento na Fiems (Foto: Marcos Ermínio)

O cacique Arildo Alvez Alcântara, da Aldeia Buriti, lembrou da morte do índio Oziel Gabriel, durante a ocupação da áreas em Sidrolândia, há um ano, e reclamou ao ministro da Saúde, Arthur Chioro, do atendimento médico em Mato Grosso do Sul.

Alcântara observou que existem nove etnias indígenas no Estado, uma população de 73 mil, com atendimento em apenas 15 polos de saúde. “E só três médicos enviados pelo Mais Médicos”, queixou-se o líder indígena.

Também citou a ocorrência de uma morte por falta de atendimento. “Hoje morreu um patrício meu porque não tinha viatura para levar”, denunciou. E pediu apoio do ministro para que seja resolvida essa situação precária.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions