A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/05/2013 20:08

Câmara aprova programa contra incêndio e multa para terrenos sujos

Josemil Rocha
Sessão da Câmara da Capital aprovou os dois projetos nesta quinta-feira (Foto: Izaias Medeiros)Sessão da Câmara da Capital aprovou os dois projetos nesta quinta-feira (Foto: Izaias Medeiros)

Além do primeiro projeto do prefeito Alcides Bernal, de criação do Programa de Inclusão Profissional (Proinc), os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande também aprovaram dois projetos na sessão ordinária desta quinta-feira (9), um impondo pesada multa para proprietário que não manter os terreno limpo e outro relativo a programa de prevenção a incêndio nas unidades escolares.

Em regime de urgência foi aprovado o Projeto de Lei nº 7.388/13, de autoria da vereadora Rose Modesto (PSDB), que dispõe sobre o Programa Escolar de prevenção de incêndios, controle de situações de pânico e primeiros socorros nos estabelecimentos municipais de ensino infantil, fundamental e médio, para alunos e funcionários, no município de Campo Grande.

Já em única de discussão e votação foi aprovado o Projeto de Lei Complementar n° 341/13, de autoria do vereador Mario Cesar, que acrescenta dispositivos à Lei n° 2.909/92 que institui o Código de Polícia Administrativa do município de Campo Grande, com o intuito viabilizar a limpeza dos terrenos urbanos, devido à epidemia de dengue e para evitar outras doenças. O projeto visa fazer com que essa legislação seja cumprida, em detrimento do proprietário pagar uma multa em dobro, além do pagamento de 10% a título administrativo.

O autor justifica que, possibilitando a limpeza desses terrenos por parte do poder público, haverá uma diminuição acentuada desses focos de dengue, bem como do lixo acumulado nos terrenos que geram a existência de roedores, insetos e outros animais peçonhentos que trazem enfermidades para a população. Em conformidade com a legislação existente hoje no município, relacionada à limpeza e manutenção desses imóveis, cabe ao proprietário a limpeza e manutenção.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


É! O Bernal começou agora, e os politiqueiros querem crucificá-lo por tudo de errado que os administradores anteriores fizeram. A campanha política acabou. Vamos descer do palanque e ajudar o prefeito a administrar. Sugiram ideias e projetos para que tenhamos uma cidade boa. Esse projeto de multa pesada para os proprietários de terrenos sujos, é uma ótima idéia. A campanha política acabou. Pensem GRANDE. Desçam do palanque. Avante Campo Grande.
 
cintia marquês serasena em 10/05/2013 09:18:58
legal, e quando o terreno e publico, pra quem vai a multa? tem um bem sujo a 13 anos na frente da minha casa e nunca foi limpo pela prefeitura, e já solicitei varias vezes junto ao SEINTRA e ate hoje NADA.
 
Andre Yuri em 09/05/2013 20:51:38
E a prefeitura vai multar o poder público também, porque as areas do municipio existem muitos terrenos sujos e abandonados, escolas que que tem uma area de 01 quarteirão que não existe nem a calçada, obrigando os pedestres a transitar pela rua. E ai a prefeitura vai ser multada por isso, E O BERNAL?
 
Ailton Moura em 09/05/2013 20:33:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions