A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/01/2015 12:50

Câmara dos Deputados tem sábado movimentado em véspera de eleição

Bancada federal de MS deve ir rachada para votação

Juliene Katayama

Deputados, cabos eleitorais, assessores parlamentares e jornalistas circulam pelos corredores da Câmara dos Deputados neste sábado (31), véspera da posse dos eleitos no ano passado e também da eleição da Mesa Diretora. Todos estão de olho na eleição, marcada para amanhã, às 18h – horário de Brasília. A bancada sul-mato-grossense composta de oito deputados federais deve ir rachada para a votação.

Estão previstas reuniões na Câmara e fora, com direito a almoços e jantares com os candidatos. Cabos eleitorais de alguns candidatos estão posicionados nas principais entradas para conseguir a adesão de mais eleitores.

Os deputados do Estado Carlos Marun e Geraldo Resende, ambos do PMDB, vão apoiar Eduardo Cunha (PMDB). Já Márcio Monteiro (PSDB) e Tereza Cristina (PSB) devem votar em Júlio Delgado (PSB). E por fim, os petistas Vander Loubet e Zeca do PT e Dagoberto Nogueira (PDT) vão escolher Arlindo Chinaglia (PT).

A líder do PCdoB, deputada Jandira Feghali (RJ), definiu a eleição do novo presidente da Câmara como a "batalha central" para o futuro do País. Segundo ela, nessa disputa, cada segundo é importante. "Às vezes, a eleição da Mesa se define apenas no último segundo", disse. O PCdoB apoia o candidato do PT, Arlindo Chinaglia.

O deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC) explicou que hoje serão realizadas reuniões a cada hora para tentar convencer os deputados. "São 513 que votam, e cada voto é importante", disse. Seu partido endossa a candidatura do peemedebista Eduardo Cunha.

Até agora, quatro deputados estão na disputa: Arlindo Chinaglia (PT-SP); Chico Alencar (Psol-RJ); Eduardo Cunha (PMDB-RJ); e Júlio Delgado (PSB-MG). Para ser eleito em primeiro turno, o candidato precisa ter maioria absoluta dos votos. Se os 513 votarem, serão necessários 257 votos para garantir a eleição na primeira disputa. Se isso não ocorrer, haverá segundo turno entre os dois mais votados, e o que receber o maior número de votos será eleito.

Além do presidente, serão eleitos amanhã dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes, que compõem a Mesa Diretora. Os nomes dos candidatos a esses cargos, no entanto, serão definidos apenas neste domingo, já que os cargos são designados aos partidos de acordo com o tamanho da bancada.

Parlamentares novatos e reeleitos também vieram à Casa para receber botons identificadores e participar de um seminário realizado pela Câmara. Cada um recebeu credenciais e um kit com informações sobre a Casa, Regimento Interno, Constituição e outras publicações. Os novatos participam de reuniões de boas-vindas dos partidos e também entram em contato com lideranças da Casa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions