A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/03/2015 12:35

Caravana foca oftalmologia e tem como próximo destino Ponta Porã

Kleber Clajus e Aline dos Santos, enviada especial a Coxim
Francinete Borges contou, durante evento com o governador, ter voltado a ver depois de cirurgia de catarata durante a Caravana da Saúde (Foto: Marcelo Calazans)Francinete Borges contou, durante evento com o governador, ter voltado a ver depois de cirurgia de catarata durante a Caravana da Saúde (Foto: Marcelo Calazans)
Evento em escola que virou ambulatório teve ainda doação de 75 cadeiras de rodas (Foto: Marcelo Calazans)Evento em escola que virou ambulatório teve ainda doação de 75 cadeiras de rodas (Foto: Marcelo Calazans)

A Caravana da Saúde concentra esforços, neste domingo (29), na realização de mil consultas e 300 cirurgias oftalmológicas em Coxim, município distante 260 quilômetros de Campo Grande. Promovido pelo Governo do Estado, o programa terá como próximo destino a cidade de Ponta Porã.

Francinete Borges, de 47 anos, aguardava por dois anos uma cirurgia de catarata. Residente em Rio Verde de Mato Grosso ela disse nunca ter sido chamada para a realização da cirurgia. “Estou feliz, porque não estava enxergando e hoje vi minha filha”.

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a meta de realizar 16,5 mil procedimentos oftalmológicos não é ousada, mas reflete a busca por “zerar a fila da vergonha”.

O tucano ressaltou, durante evento na Escola Estadual Pedro Mendes Fontoura, que por mais que a ação seja pontual será deixado legado em equipamentos de tomografia, mamografia, raio-x digital, ultrassom e videolaparoscopia. Ele ainda aproveitou para anunciar Ponta Porã como próximo destino do programa, ainda sem data definida para as ações.

Durante o evento, o governador ainda entregou 75 cadeiras de rodas. Ainda fez questão de reforçar intenção de implantar polo de hemodiálise em Coxim, mediante contratação de um médico nefrologista, além de relembrar que durante a Caravana da Saúde foi substituído equipamento de tomografia quebrado e recuperada mamografia encaixotada, por falta de profissional, em Rio Verde.

“No caso da tomografia, o Ministério da Saúde aponta que ele deve estar disponível para uma população de 150 mil pessoas, mas o governo decidiu inverter a lógica e em vez de esperar o crescimento da população o traz para as 90 mil pessoas daqui da região norte”.

Caravana – Coxim é a primeira cidade a receber o programa, que prevê atendimento complementar de saúde e 18 mil procedimentos cirúrgicos na Capital e 11 microrregiões do Estado.

A estrutura da Caravana da Saúde, que deve ser mantida por 15 dias, conta com 14 veículos entre carretas e ônibus, além de 170 profissionais atendendo no Hospital Regional do município e na Escola Estadual Pedro Mendes Fontoura.

Equipes itinerantes complementam o trabalho ao agendar as consultas e, se necessário, os procedimentos cirúrgicos. A perspectiva é de que cidades vizinhas como Alcinópolis, Sonora, Pedro Gomes e Rio Verde também sejam beneficiadas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions