A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/05/2013 15:35

Clima é de tensão para votar vetos de Bernal e servidores se mobilizam

Zemil Rocha
Servidores devem voltar a lotar a Câmara na sessão de amanhã (Foto: Vanderlei Aparecido)Servidores devem voltar a lotar a Câmara na sessão de amanhã (Foto: Vanderlei Aparecido)

O clima já é de tensão em relação aos vetos do prefeito Alcides Bernal (PP) às emendas aprovadas pelos vereadores nos projetos de reajuste salarial. A bancada majoritária já se articula para derrubar os vetos. O Sindicato dos Servidores Municipais (Sisem) também se mobiliza para lotar amanhã a Câmara de Campo Grande para pressionar pela derrubada dos vetos de Bernal.

A fim de ter um discurso de unidade, o presidente da Câmara, Mario Cesar, convocou reunião fechada com os vereadores uma hora antes da sessão, às 8 horas. O líder do prefeito na Casa, Marcos Alex (PT), estava preocupadíssimo ontem com essa articulação.

Para o presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final da Câmara, vereador Airton Saraiva (DEM), acredita que os vetos de Bernal serão “derrubados” na sessão de amanhã. “A tendência é a rejeição dos vetos, porque as emendas ao projeto de reajuste foram aprovadas pela maioria, acho que com 23 votos”, argumentou ele.

O presidente do Sisem, Marcos Tabosa, está mobilizando os servidores para lotarem o plenário da Câmara, embora afirme que “há muita pressão” do prefeito Alcides Bernal para impedir a presença na sessão. “Tem muita ameaça sendo feita”, declarou o dirigente sindical.

Bernal vetou quatro emendas ao projeto de reajuste dos servidores. O principal veto é o que não autoriza a aplicação de 15% às vantagens pessoais incorporadas e outras vantagens financeiras, fixadas em valor monetário. Também foi vetada a equiparação de 15% nos plantões de odontólogos, veterinários, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, farmacêuticos e farmacêuticos-bioquímicos com o dos médicos. O outro veto incidiu sobre o plantão de serviço dos fonoaudiólogos. Também foi derrubada a medida que assegurava adicional de insalubridade a todos os servidores da área de saúde.

 

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions