A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

19/08/2014 13:19

Com aprovação, planos de saúde terão que avisar saída de médico aos usuários

Leonardo Rocha
Deputados aprovaram projeto que obriga planos a informar saída de médicos e instituições de saúde (Foto: Divulgação)Deputados aprovaram projeto que obriga planos a informar saída de médicos e instituições de saúde (Foto: Divulgação)

Os deputados estaduais aprovaram, na sessão de hoje (19), projeto que obriga os planos de saúde a comunicar de forma individual aos consumidores sobre o descredenciamento de médicos ou instituições de saúde. A proposta é de autoria dos deputados George Takimoto (PDT) e Pedro Kemp (PT).

Este projeto tem como objetivo acabar com um problema enfrentado pelos usuários, quando profissionais são descredenciados pelos planos (saúde) e os consumidores não são informados, gerando transtorno e até atrasando eventuais tratamentos de saúde, sendo alguns casos de urgência e emergência.

A proposta obriga o aviso em até 30 dias antes de tal descredenciamento, para facilitar a comunicação. Caso não seja cumprido as disposições desta lei, o infrator terá que pagar multa de 1 mil uferms, que pode ser dobrada se houver reincidência. O poder executivo estadual ficará responsável por regulamentar a lei e designar órgão para fazer a fiscalização.

Projetos - Também foi aprovado, nesta sessão, o projeto do deputado Amarildo Cruz (PT) que ajusta a jornada de trabalho dos profissionais de Serviço Social, que passarão a fazer seis horas diárias, chegando a 30 (horas) semanais.

De acordo com o deputado, esta proposição irá atingir a todos os profissionais do Estado, garantindo justa jornada de trabalho, que já está estabelecida em lei federal. Esta mudança irá permitir uma melhor produtividade e diminuir queixas com problemas de saúde tanto físico, como emocional.

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions