A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/02/2016 17:42

Com fratura na coluna, ex-governador está internado em São Paulo

Antonio Marques
O ex-governador Pedro Pedrossian está internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento de fratura na coluna (Foto: Arquivo)O ex-governador Pedro Pedrossian está internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento de fratura na coluna (Foto: Arquivo)

O ex-governador Pedro Pedrossian está internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde a madrugada do último sábado, dia 6, após sentir fortes dores nas costas. Os exames de tomografia e ressonância realizados no hospital apontaram uma fratura aguda da vértebra L1 da coluna vertebral (lombar). A filha Rosa Pedrossian informou que e ele está bem e seu quadro é estável, mas sem previsão de receber alta em razão do tratamento exigir repouso total.

Conforme Rosa Pedrossian, que junto com o irmão Pedro Pedrossian Filho, está acompanhando o pai em São Paulo, o problema na lombar ocorreu devido a “fragilidade” da coluna em decorrência da própria idade. O ex-governador está com 87 anos e, nas poucas aparições públicas recentes ele contou com auxílio de cadeira de rodas.

Em agosto do ano passado Pedro Pedrossian foi o principal homenageado na inauguração do campus da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande. Ele foi o fundador da instituição, além da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Ainda de acordo com Rosa Pedrossian, o tratamento do pai é basicamente com uso de analgésicos e sessões de fisioterapia. “O repouso é essencial até a cicatrização da fratura”, comentou ela, sobre a recomendação dos médicos.

Por isso, explica ela, que não há previsão de alta, pois os médicos querem acompanhar a evolução do tratamento e não recomendam removê-lo neste momento para evitar complicações.

Sobre a possibilidade de intervenção cirúrgica, Rosa Pedrossian disse que está descartada no momento. “Será uma alternativa apenas se não houver uma boa evolução no tratamento”, revelou ela, acreditando não ser necessário, em razão dos cuidados que o pai está recebendo no hospital.

Rosa disse que o pai está bem, mas precisa de paciência e muito repouso para sua boa recuperação. Além dos filhos e do enfermeiro particular, ele também tem uma irmã, sobrinhos e netos que residem na Capital paulista e que também estão acompanhando o tratamento do ex-governador no Sírio Libanês. “Ele está bem acompanhado”, garantiu a filha.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions