A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

17/10/2018 12:18

Com mitos eleitorais, TRE prepara urnas e orienta eleitores sobre voto

O principal alerta é de que o eleitor, diante de uma eventual falha, não aperte a tecla verde, confirmando o voto

Aline dos Santos
Urnas eletrônicas passam por revisão para encararem o segundo turno. (Foto: Henrique Kawaminami)Urnas eletrônicas passam por revisão para encararem o segundo turno. (Foto: Henrique Kawaminami)

Postas na berlinda, as urnas eletrônicas começam a ser preparadas hoje (dia 17) para o segundo turno sem acompanhamento de representante de partidos e, diante das denúncias em redes sociais no primeiro turno, a Justiça Eleitoral tem orientações para os eleitores que votarão em 28 de outubro.

O TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) descarta possibilidade de fraudes no dispositivo que recebe os votos. “São notícias falsas para causar desconfiança, não tem fundamento nenhum. As pessoas inventam, criam um fato político para os candidatos derrotados questionarem. A Justiça Eleitoral vai dar o resultado que a população quer, o candidato que ela deseja. Não temos dúvida da segurança que tem o sistema”, afirma o juiz eleitoral Cezar Luiz Miozzo.

Um dos vídeos que circulam nos aplicativos de bate-papo divulga que a urna eletrônica tem código-fonte sob os cuidados de três venezuelanos e um português.

Conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que retomou a campanha Mitos Eleitorais, as urnas (hardware) e os sistemas (softwares) utilizados nelas são desenvolvidos pelo próprio tribunal. “ As máquinas (urnas) são montadas por empresas contratadas para executar o projeto, mas sob a fiscalização de servidores da Justiça Eleitoral”, informa o TSE.

 

Mídias são preparadas para ativar apenas nomes dos candidatos a governo e presidente. (Foto: Henrique Kawaminami)Mídias são preparadas para ativar apenas nomes dos candidatos a governo e presidente. (Foto: Henrique Kawaminami)

Cuidado – Neste segundo turno, o eleitor de Mato Grosso do Sul vai votar, caso deseje escolher entres os concorrentes, para governador e presidente. Portanto, diante da urna, eletrônica essa será a ordem de escolha dos candidatos.

Conforme o TRE, na eleição de 7 de outubro eleitores não se atentaram à ordem do voto e digitaram número de candidato a presidente na hora de votar para governador ou senador. Também teve caso curioso, como uma pessoa que votou pela manhã, mas voltou à tarde na seção para reclamar que não teria votado.

A pessoa que digitar o número e não ver a foto do candidato escolhido deve aperta a tecla corrige, de cor laranja, e repetir a operação, lembrando que, em certos casos, é preciso aguardar por alguns segundos até o aparecimento da foto.

Se a situação persistir, o eleitor deve acionar o mesário, que vai verificar o funcionamento da urna. O principal alerta é de que o eleitor, diante de uma eventual falha não aperte a tecla verde, confirmando o voto.

No primeiro turno, nenhuma urna foi substituída por falta de fotos. Dos 6.853 equipamentos utilizados em Mato Grosso do Sul, 84 urnas acabaram substituídas, o que corresponde a 1,23% do total.

A Justiça Eleitoral vai dar o resultado que a população quer, afirma juiz eleitoral. (Foto: Henrique Kawaminami)"A Justiça Eleitoral vai dar o resultado que a população quer", afirma juiz eleitoral. (Foto: Henrique Kawaminami)

Ontem, o TSE definiu que os mesários deverão registrar os problemas citados por eleitores, como defeito e mau funcionamento da urna, em ata e no aplicativo Pardal.

O juiz eleitoral competente analisará a ocorrência apresentada pelo presidente da mesa receptora e decidirá sobre as providências a serem adotadas, inclusive a comunicação ao Ministério Público Eleitoral na hipótese de vislumbrar a possível ocorrência de crime eleitoral.

Nesta quarta-feira (dia 17), o TRE prepara as mídias para o segundo turno das eleições. O procedimento faz a transição para essa nova eleição, ativando os nomes dos candidatos que prosseguem na disputa. As urnas também passam por uma revisão.

Como Vota

Usando o teclado da urna, que é similar ao do telefone, digite o número do candidato de sua preferência. Na tela, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato.

Se as informações estiverem corretas, aperte a tecla verde CONFIRMA.
Após o registro do voto para todos os cargos a urna emitirá um sinal sonoro mais intenso e prolongado e aparecerá na tela a palavra FIM.

Como corrigir o voto
Se não aparecerem na tela todas as informações sobre o candidato escolhido, aperte a tecla laranja CORRIGE e repita o procedimento anterior.

Como votar em branco
Para votar em branco, aperte a tecla BRANCO.

Confirme o seu voto apertando a tecla verde CONFIRMA.

Cuidado! Seu voto poderá ser nulo se você digitar um número de candidato ou de partido inexistentes e depois apertar a tecla verde CONFIRMA.

No primeiro turno, 84 de 6.853 urnas foram substituídas. (Foto: Henrique Kawaminami)No primeiro turno, 84 de 6.853 urnas foram substituídas. (Foto: Henrique Kawaminami)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions