A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

16/10/2018 18:25

Reinaldo vai ao TRE, que propõe campanha sobre erros na urna

Governador e presidente regional do PSL foram ao órgão cobrar esclarecimentos sobre falhas durante votação

Gabriel Neris e Geisy Garnes
Governador Reinaldo Azambuja foi ao TRE-MS na tarde desta terça-feira (Foto: Paulo Francis)Governador Reinaldo Azambuja foi ao TRE-MS na tarde desta terça-feira (Foto: Paulo Francis)

O governador e candidato à reeleição Reinaldo Azambuja (PSDB) foi até o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) nesta terça-feira (16) reclamar dos relatos feitos por eleitores no primeiro turno de que a foto do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), não apareceu nas urnas eletrônicas. O órgão respondeu que fará uma campanha orientando os eleitores para que aguardem a foto do candidato para confirmar o voto.

Azambuja foi ao órgão acompanhado do presidente estadual do PSL, Rodolfo Oliveira, e do deputado estadual eleito Carlos Alberto David dos Santos, demonstração de apoio das candidaturas para governo do Estado e presidente.

O presidente do TRE-MS, João Maria Lós, afirma que não houve falha no processo e que o grupo foi levar até ele a preocupação de que a Justiça Eleitoral preste esclarecimentos sobre a desconfiança tomada em redes sociais sobre a lisura do pleito.

“Estamos trabalhando para mostrar que não há irregularidade. Temos a votação paralela, a urna sorteada está lá com o mesário. Os mecanismos da urna são muito seguros. Não houve nenhuma denúncia nesse sentido, o que há é do eleitor ter votado e não ter aparecido o rosto do candidato. Acontece porque tem urnas antigas que demoram para registrar e o eleitor afoito, antes que apareça a imagem, confirma. Ele não perde o voto, não há nulidade”, disse Lós.

Segundo ele, o órgão deve fazer uma campanha na próxima semana e orientar os fiscais explicando que aguardem a imagem do candidato aparecer após digitar o número na urna. “Em todos vão aparecer à foto”, disse.

Azambuja disse que saiu satisfeito da reunião com o presidente do órgão. “Foi explicado que seriam erros de processamento”, comentou ao deixar o prédio no Parque dos Poderes. O segundo turno das eleições está marcado para 28 de outubro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions