A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

25/08/2018 16:00

Com recursos escassos, juventude é surpresa na campanha tucana

Coordenador de campanha, Carlos Alberto Assis afirma que dinheiro de fundo partidário do PSDB ainda não chegou

Mayara Bueno
Carlos Alberto Assis, coordenador de campanha, durante entrevista neste sábado. (Foto: Marina Pacheco).Carlos Alberto Assis, coordenador de campanha, durante entrevista neste sábado. (Foto: Marina Pacheco).

Ainda sem o dinheiro do fundo partidário em caixa, o PSDB em Mato Grosso do Sul diz contar com recursos escassos e voluntariado para fazer campanha de reeleição do atual governador de Mato Grosso do Sul.

Segundo o coordenador da campanha em Campo Grande, Carlos Alberto Assis, a verba do PSDB em âmbito nacional ainda não chegou. "Empresas não podem doar, pessoa física não doa, não tem essa tradição, vaquinha social nasceu morta. Graças a Deus, o PSDB e os aliados têm um grupo de voluntários"

Para ele, especialmente as pessoas ligadas ao grupo da juventude do partido "está surpreendendo" nestas eleições. "São vários na rua voluntariamente. Sem essa parte, está muito difícil fazer campanha".

O planejamento da distribuição do dinheiro já está feito, segundo Assis. O recurso, cujo montante o coordenador não precisou, será distribuído para os candidatos, mas a maior parte deve ir para a majoritária, que é a de governador.

Sobre a campanha eleitoral na televisão e rádio, Reinaldo Azambuja, que terá o maior tempo e será o primeiro a exibir as propostas, deve falar no primeiro programa a história de vida e apresentação dele. Na sequência, será exposto tudo que foi feito durante os quase quatro anos de governo, além das propostas para um eventual segundo mandato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions