A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/09/2016 01:20

Com tema livre, Rose e Marquinhos voltam a se enfrentar no último bloco

Richelieu de Carlo
Debate marcou último encontro antes das eleições de domingo. (Foto: Alcides Neto)Debate marcou último encontro antes das eleições de domingo. (Foto: Alcides Neto)

Por sorteio prévio, Marcelo Bluma (PV) iniciou questionando Athayde Nery (PPS) sobre as pesquisas eleitorais, que, em sua resposta, aproveitou para voltar a atacar Marquinhos Trad sobre a acusação deste ser funcionário fantasma na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Marquinhos solicitou direito de resposta, mas não teve seu pedido aceito.

Rose Modesto (PSDB) questionou Macos Alex (PT) sobre o fato de Campo Grande ser a última colocada no ranking de capitais no quesito transparência. O candidato petista disse “que falta vontade política” para mudar essa situação, e que tem compromisso com essa questão. A candidata tucana aproveitou para dizer que como vice-governadora ajudou a levar Mato Grosso do Sul da última para a quinta posição no ranking de transparência.

Alex do PT escolheu perguntar a Marquinhos Trad (PSD) sobre alguns familiares deste estarem envolvidos na Gisa e que ajudou a impedir a implantação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). Marquinhos disse que não estava envolvido nesse problema, que vai investir na saúde e fez questão de desvincular sua imagem do irmão, Nelson Trad. 

Athayde Nery questionou Alcides Bernal (PP) sobre educação, em específico, as eleições para diretores de escolas e o motivo do atual prefeito não ter colocado isso em prática. Bernal elencou carências que encontrou nas escolas e colocou a culpa no PSDB, que participou de um governo “que até pouco tempo estava atrás das grades”. Athayde falou que foi “insensatez” o candidato pepista não ter implantando eleições diretas nas escolas.

Marquinhos Trad escolheu Rose Modesto e voltou a questionar sobre as prioridades dela na campanha e os gastos com publicidade. Rose disse que gastou 30% do que o governo anterior investiu, que tinham parentes de Marquinhos na sua composição. “A senhora fala, mas não convence”, disse Marquinhos sobre Rose. E voltou a questionar a capacidade da candidata tucana em colocar seus projetos em prática. “O pior surdo é o que não quer ouvir, e o pior cego é o que não quer ver”, respondeu Rose.

Alcides Bernal selecionou Coronel David (PSC) e o questionou sobre suas propostas para resolver problemas de segurança em Campo Grande. David disse que quando foi chefe da PM Campo Grande teve seu período com melhor segurança pública e baixos índices de criminalidade. E que investirá em controle de informação e agirá “com mãos de ferro” contra bandidos e corruptos em defesa dos cidadãos da Capital. Bernal aproveitou para citar seus investimentos na segurança pública, principalmente em equipamentos, como veículos.

Coronel David questionou Marquinhos Trad o que o candidato líder nas pesquisas fará em relação às arrecadações do município estarem no negativo. Marquinhos disse que vai investir em uma equipe qualificada, e que tem investido em um plano de trabalho e aproveitou para elogiar David sobre a proposta de implantar uma controladoria geral na Capital. David questiou se Marquinhos aumentará impostos para resolver o problema de caixa no município. Marquinhos tergiversou.

Considerações finais – Alex do PT agradeceu familiares, companheiros de campanha e a oportunidade de participar do debate. Destacou o fato de ser “ficha limpa”.

Marquinhos Trad também destacou sua família, “tentaram até destruir nosso casamento”, disse ao falar da esposa. Complementou ao dizer que terminará os Ceinfs e que vai valorizar funcinários da saúde e devolver a auto-estima dos educadores.

Athayde Nery seguiu a linha de falar sobre a família e se voltou aos jovens, que podem construir um “novo momento” para Campo Grande. E atacou candidatos que querem transformar o bem público em questões familiares.

Marcelo Bluma disse que é “verde de orgulho”, pois não está envolvido em casos de corrupção. Ressaltou o fato de não ser político profissional, e pediu para que os indecisos que lhe deem um voto de confiança.

Alcides Bernal pediu para que os eleitores não se deixem levar por questões de marketing. “Não podemos brincar com coisa séria”. Citou Gilmar Olarte e disse que Rose Modesto está vinculada a Olarte por fazer parte de seu governo e que Marquinhos tenta esconder o passado de seus familiares em gestões anteriores.

Rose Modesto agradeceu os companheiros de campanha. Disse que Olarte foi escolhido por Bernal como vice, é que do atual prefeito a responsabilidade os fatos que se sucederam dessa escolha. E que o que a motiva a ser candidata é a convicção de poder fazer mais. E expressou seu desejo de ser a primeira mulher a ser a chefe do Executivo da Capital.

Coronel David agradeceu a família e companheiros de campanha. Destacou suas origens humildes e que conseguiu chegar onde chegou através dos seus próprios esforços. Disse aos eleitores que pensem bem antes de votar, e que Campo Grande precisa de uma equipe competente e honesta. Prometeu transparência e rigor absoluto contra a corrupção.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions