A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

30/09/2016 00:16

Segundo bloco do debate é marcado por embate entre Marquinhos e Rose

Richelieu de Carlo
Rose Modesto disse que será capaz de cumprir suas promessas (Foto: Alcides Neto)Rose Modesto disse que será capaz de cumprir suas promessas (Foto: Alcides Neto)
Marquinhos questionou capacidade de Rose de construir 5 mil casas. (Foto: Alcides Neto)Marquinhos questionou capacidade de Rose de construir 5 mil casas. (Foto: Alcides Neto)

No segundo bloco do debate da TV Morena, os candidatos puderam escolher as perguntas de acordo com o tema de seu interesse. E foi marcado pelo embate entre os dois candidatos líderes das pesquisas eleitorais.

Marquinhos Trad (PSD) iniciou questionando Rose Modesto (PSDB) da possibilidade de por em prática seu projeto de construção de 5 mil casas. Ela disse ser possível cumprir seu objetivo, pois fará parcerias e contará com auxílio do governador do Estado.

O candidato do PSD disse que Rose não cumpriu promessas de 2014 em construir casas para a favela da Cidade de Deus. Rose respondeu que se o que prometeu não foi feito, por causa da prefeitura atual que fez um mal planejamento.

Na sua vez, Rose decidiu questionar o próprio Marquinhos. Ele voltou a atacar a candidata tucana por causa de promessas de 2014 que não foram cumpridas. Rose contra-atacou dizendo que investiu na saúde, e que vai entregar diversos hospitais. “A caravana existe para resolver um problema que seu irmão não conseguiu”, disse a tucana.

Pelo sorteio, Athayde Nery (PPS) foi o terceiro a perguntar, e voltou a questionar Marquinhos sobre a acusação dele ser funcionário fantasma na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Marquinhos negou a acusação. “Nunca fui funcionário fantasma. Essa acusação é irresponsável.”

Coronel David (PSC) perguntou a Athayde sobre a falta de transparência na Prefeitura de Campo Grande, que respondeu que isso resulta da impunidade e quem “sofre” com isso são os servidores. David ressaltou sua experiência no serviço público, e disse que vai criar a Controladoria Geral do Município, o que dará transparência a sua gestão.

Na sequência, Marcos Alex (PT) questionou Alcides Bernal (PP) sobre a carência de serviços a população. Bernal jogou a culpa na corrupção e atacou a Câmara dos vereadores. O candidato pepista citou uma série de investimentos que fez, mas que foi prejudicado por “um grupo criminoso” que atrapalhou seu governo.

Alcides Bernal, na sequência, questionou Coronel David sobre as invasões de áreas públicas e quais providências ele tomará para resolver os problemas de déficit de habitações. David voltou a ressaltar sua experiência como servidor público, e que a questão da habitação em Campo Grande merece um “novo tratamento”.

Por fim, Marcelo Bluma (PV) escolheu Rose Modesto para questionar a capacidade dela de colocar suas propostas em prática. A candidata tucana disse que investiu em diversos setores, como saúde, educação e segurança. E voltou a citar a caravana da saúde, as parcerias que fez e o trabalho junto ao governador do Estado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions