A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/08/2012 15:21

Deputado João Paulo Cunha fica a um voto da condenação no mensalão

Fabiano Arruda

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Cezar Peluso, votou nesta quarta-feira pela condenação do deputado João Paulo Cunha (PT-SP) por corrupção passiva e peculato (desvio de dinheiro) e ainda o livrou das acusações de lavagem de dinheiro e uma segunda acusação de peculato.

Com a decisão de Peluso, João Paulo está a apenas um voto de sua condenação pelos dois crimes, já que outros quatro ministros seguiram a mesma linha de voto.

O petista, que concorre à Prefeitura de Osasco (SP) neste ano, é acusado de receber R$ 50 mil para beneficiar agência do publicitário Marcos Valério em contrato com a Câmara.

Segundo informações da Folha Online, além de Peluso, votaram pela condenação do petista o relator Joaquim Barbosa, e os colegas Rosa Weber (de forma parcial), Luiz Fux e Cármen Lúcia. Dias Toffoli seguiu a decisão do revisor, Ricardo Lewandowski, pela absolvição.

Julgamento - As primeiras decisões do STF na Ação Penal 470, o chamado processo do mensalão, devem sair nesta quarta-feira.

Até agora, receberam maioria de seis votos pela condenação os réus Henrique Pizzolato, ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil (corrupção passiva e peculato), o empresário Marcos Valério e os sócios dele Ramon Hollerbach e Cristiano Paz (corrupção ativa e peculato).

Também já há maioria para livrar o ex-ministro da Comunicação Social Luiz Gushiken das acusações de peculato, segundo divulgado pela Agência Brasil nesta quarta. A absolvição já havia sido solicitada pelo Ministério Público Federal nas alegações finais do processo por falta de provas.

STF deve terminar hoje primeira parte do julgamento do mensalão
As primeiras decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Penal 470, o chamado processo do mensalão, devem sair nesta quarta-feira (29). A Cort...
Maioria dos ministros do STF já condenou quatro réus do Mensalão
A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou, na sessão desta segunda-feira (27) do julgamento do Mensalão - Ação Penal 470 - o...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


O ministro Cezar Peluso com muita dignidade encerrou com chave de ouro sua passagem pelo Supremo Tribunal Federal !
 
Mara Montezuma Assaf, de São Paulo em 29/08/2012 03:26:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions