A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/05/2014 08:55

Comandante denuncia major por liderar invasão à secretaria

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Coronel Jonys avisa que pedirá para a Sejusp investigar bombeiro (Foto: Marcos Ermínio)Coronel Jonys avisa que pedirá para a Sejusp investigar bombeiro (Foto: Marcos Ermínio)

O comandante da Guarda Municipal, coronel Jonys Cabreira Lopes, vai denunciar o major Luidson Noleto, do Corpo de Bombeiros, que assumiu o comando da corporação e comandou a invasão de secretarias na noite de ontem. Ele vai pedir para a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) abrir procedimento disciplinar contra o bombeiro.

Na manhã de hoje, Jonys destacou que Noleto não é nem servidor da prefeitura nem tinha sido nomeado para agir como comandante da Guarda Municipal. “Não é nem do município, é servidor do Estado, mas se auto intitulou comandante e comandou as invasões”, disse Lopes.

A maior depredação ocorreu na Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), comandada por Edil Albuquerque.

Outra irregularidade praticada por um grupo de guardas sob o comando de Noleto foi a revista de funcionários efetivos e comissionados. “Não tinha motivo para esse tipo de procedimento”, alertou Jonys.

Ontem à tarde, quando a equipe de Bernal chegou ao Paço Municipal, somente sete guardas municipais estavam na segurança. Quando o reforço chegou, de acordo com Jonys, o grupo já tinha ocupado o prédio.

Os guardas municipais flagrados revistando bolsas e mochilas de funcionários também vão responder a sindicância administrativa.

O secretário de Desenvolvimento afirmou que só entrará no gabinete acompanhado de uma autoridade policial, já que teme a subtração de documentos importantes da pasta. A secretaria foi uma das mais depredadas pela equipe “temporária” de Bernal.

Segundo Edil, os funcionários efetivos e comissionados ficaram muito inseguros com a invasão registradas ontem à tarde.



CORONEL, COM TODO RESPEITO... OS SENHOR TINHA QUE ACIONAR O OFICIAL DE DIA DO QCG/CBM E PRENDER O MAJOR EM FLAGRANTE DELITO, EM SEGUIDA, ECAMINHÁ-LO AO PRESÍDIO MILITAR ESTADUAL. PONTO FINAL!
 
NERION DIOVAN QUINCOZES em 16/05/2014 17:55:56
Isso é um absurdo, o CNJ tem que responsabilizar esse magistrado que não pode interpor desta forma a troca do executivo, senão possuí bom senso não seja magistrado. Se fosse para dar uma liminar que fosse de forma ordeira e com prazo. Até porque o pessoal do administrador anterior já sabemos que são como animais, são irracionais e desprovidos de razão.
 
Guilherme Augusto Lima em 16/05/2014 13:54:55
Que todos que fizeram essa baderna e agrediram os servidores respondam criminalmente.
 
Marcos Wild em 16/05/2014 12:09:38
Ai que eu paro e penso que autoridade que um Corpo de Bombeiro tem para fazer isso. Ele tinha alguma liminar que da a ele esse tipo de procedimento. Pessoas sem cultura da nisso.
 
Jean Francisco Pereira em 16/05/2014 10:15:31
Ta na cara que isso foi a mando da oposição que fazem de tudo pra prejudicar o Bernal.
a população esta cega a mídia só mostra o que quer e a população acredita.
Meus pêsames a população campo grandense.
 
Hellen de Cássia P. da Silva em 16/05/2014 10:09:02
Responsável por tudo isto, é o desembargador que concedeu a liminar, empossando Bernal no cargo novamente. A cidade estava andando bem, até com um clima de tranquilidade, agora ja começou td novamente.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 16/05/2014 09:06:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions