A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/12/2011 17:52

Comissão aprova relatório de Delcídio que prevê R$ 125 milhões para rodovias

Edmir Conceição
Delcídio comemora aprovação de relatório na Comissão Mista de Orçamento.Delcídio comemora aprovação de relatório na Comissão Mista de Orçamento.

A CMO (Comissão Mista de Orçamento do Congresso) aprovou nesta

quinta-feira, 15, o relatório setorial de infraestrutura na

área de transportes, minas, energia e comunicações do Orçamento da União

de 2012, elaborado pelo senador Delcídio do Amaral (PT/MS).

No caso específico de Mato Grosso do Sul, o documento propõe,

inicialmente,investimentos de R$ 125,9 na pavimentação e conservação de

rodovias, entre elas as BRs 163, 419 e 262. Esse valor poderá ser

acrescido a partir de negociações que estão sendo conduzidas por Delcídio

e a bancada do Estado em Brasília junto ao relator-geral do Orçamento,

deputado Arlindo Chinaglia(PT/SP).

O relatório prevê R$ 50,5 milhões para a realização de adequações em toda

a extensão da BR 163, da divisa de Mato Grosso do Sul com o Paraná até a

divisa com Mato Grosso; R$ 35,8 milhões para a manutenção de todas as

rodovias federais que cortam o estado; R$ 13 milhões para a construção de

uma ponte sobre o Rio Paraná, entre Três Lagoas (MS) e Castilho(SP); R$

600 mil para o desenvolvimento de estudos e projetos relacionados a BR 163

na travessia urbana de Dourados e R$ 25,7 milhões para pavimentação da BR

419, no trecho que corta a região do Pantanal, entre os municípios de Rio

Verde e Aquidauana.

O senador considera excelente o resultado das negociações que permitiram a

aprovação do relatório.

"Aprovamos um documento que comporta as principais necessidades de cada

estado da federação. Agora vem o ajuste fino, com o texto final do

deputado Arlindo Chinaglia. Mantivemos os principais projetos do PAC

(Programa de Aceleração do Crescimento do governo federal) e previmos

obras fundamentais de infraestrutura em todos os estados", disse Delcídio. revelou.

Delcídio detalhou os critérios que nortearam a elaboração da proposta de

infraestrutura.

"Usamos a média dos orçamentos dos últimos cinco anos para atender as

bancadas de todo o país. Desse modo, chegamos a um número factível,

consistente, que tem sido aprovado anualmente no histórico de 2007 para

cá. Valoramos o Orçamento com o índice da inflação acumulada dos últimos

quatro anos– cerca de 20%", explicou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions