A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/07/2016 12:11

Comissão da Câmara rejeita parecer que ajudaria Cunha no processo de cassação

Foram 48 contra e 12 a favor do parecer. Ninguém se absteve

Mayara Bueno
Deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)Deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados rejeitou, nesta quinta-feira (14), o parecer do relator Ronaldo Fonseca (PROS-DF) contra o processo de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aprovado pelo Conselho de Ética. Foram 48 contra, 12 a favor do parecer e nenhuma abstenção.

Nesta manhã, foi votada uma das 16 nulidades apontadas por Cunha, que renunciou a presidência, semana passada. Com o resultado, o relatório que defende a cassação de Eduardo Cunha vai para a votação no plenário da Câmara. A votação, no entanto, deverá ocorrer somente em agosto, em recesso parlamentar.

Na casa de leis, Cunha voltou a falar minutos antes da votação, quando disse que está “muito claro” que a comissão faz um julgamento político de seu caso, que ele é vítima de vingança e de “violência política e regimental”. Prometeu buscar a Justiça para que seja retomado o processo legal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions