A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/11/2013 15:19

Contratada por telefone, MegaServ arrumou 300 funcionários em 6 horas

Edivaldo Bitencourt e Zana Zaidan
Representante da Mega Serv, em depoimento à Comissão Processante da Câmara Representante da Mega Serv, em depoimento à Comissão Processante da Câmara

A empresa MegaServ foi contratada por telefone e conseguiu arrumar cerca de 300 funcionários num intervalo de seis horas, entre a meia-noite de 28 de fevereiro e 6h do dia 1º de março deste ano. A revelação foi feita pelo empresário Milton Felice, da empresa, em depoimento, na tarde de hoje (13) à Comissão Processante da Câmara Municipal.

Felice contou que a empresa, que tem sede em Dourados, recebeu o convite para participar da seleção emergencial do município no dia 28 de fevereiro. No dia seguinte, a MegaServ assumiu a limpeza dos postos de saúde de Campo Grande.

O vereador Flávio César (PTdoB) questionou o empresário como ocorreu a contratação de funcionários sem qualificação em 24 horas. Ele confirmou que tudo – o convite, a contratação da empresa e a seleção dos funcionários – aconteceu entre 28 de fevereiro e 1º de março.

A empresa firmou um contrato de R$ 4,7 milhões com a Prefeitura da Capital. Ela venceu o contrato sem licitação. De acordo com os vereadores, a MegaServ não treinou os funcionários para atuar na limpeza dos postos e na coleta dos resíduos de saúde.

Felice argumentou que os funcionários eram da Total, que atuava na limpeza dos postos e teve o contrato rescindido pelo município. Sobre a rapidez na apresentação de todos os documentos, ele argumentou que há uma equipe específica para participar das licitações públicas.

O Tribunal de Contas do Estado considerou a empresa irregular, porque o limite do contrato com a prefeitura supera o faturamento mínimo perante a Receita Federal. Apesar da recomendação do TCE, o prefeito Alcides Bernal (PP) firmou novo contrato com a empresa neste mês. Ela vai receber R$ 9,2 milhões pelo serviço.

O advogado de Bernal, Jesus Sobrinho, estava presente como advogado de defesa (Foto: Izaías Medeiros)O advogado de Bernal, Jesus Sobrinho, estava presente como advogado de defesa (Foto: Izaías Medeiros)

Ausência - A empresa MDR Distribuidora de Alimentos, a segunda a ser ouvida durante as oitivas de hoje da Comissão, não enviou nenhum representante. O convocado, Mamed Dib, enviou uma justificativa por escrito, informando que não poderia comparecer por causa de uma viagem, há muito tempo programada.

No documento, Dib informou, ainda, que retifica todas as declarações dadas ao ser interrogado anteriormente pela CPI do Calote, e que a prefeitura já quitou todos os débitos que tinha com a empresa.

O vereador Flávio César informou que vai avaliar a necessidade de uma nova convocação. A MDR abastecia os Ceinfs antes da Salute, e teve contrato suspenso pela prefeitura. Ao cancelar, deixou uma dívida de R$ 600 mil com a empresa.



Tanta coisa errada que teve na gestão passada... Se fossem examinar iam ficar pra sempre e os culpados ficariam uns mil anos na cadeia. É até estranho como os vereadores estão se empenhando pra fiscalizar essa gestão atual, mas faziam vista grossa na gestão anterior . Que bom se eles trabalhassem pela cidade e não pelos seus partidos.
 
Paulo Miranda em 14/11/2013 09:53:56
Do jeito que vai, Bernal não trabalha, se a câmara o caça,recorre e logo em seguida reassume, aos custos de dinheiro publico, eu ainda não vi ex prefeito ser caçado e cumprir pena de condenação, logo vem recurso e mais recurso, à agora tem recurso acima das decisões do supremo, um colegiado decide e logo apos voltam atrás, se isso for coisa seria ninguém mais vai ser condenado e só ter dinheiro espera uma decisão favorável, que deus nos livre dos políticos que temos; o Brasil é um titanique é tão grande que ninguém acredita que vai afundar, vamos ver depois da copa do mundo.
 
VALDINEI DELMIRO em 14/11/2013 09:39:56
O Bernal só cai se não abrir a torneira ou não nomear seus delatores. Se a coisa fosse séria ela já teria caído..
 
Leny Campos em 14/11/2013 09:29:54
Sem desprezar as empresas de Dourados, mas numa contratação emergencial, serviços na capital e em postos de saúde, buscar empresa de Dourados, deve ser porque Campo Grande não tem empresas de limpeza???
 
Antonio Carlos em 14/11/2013 09:29:37
Eu não sei, só sei que quero ver este Prefeito Bernal longe da Prefeitura de Campo Grande, minha Cidade Morena.
 
Jorge Junior em 14/11/2013 08:22:57
uma coisa boa pelo menos o Bernal ta fazendo, dando emprego para esses pobres desembargadores aposentado.
 
saulo bitencurt em 14/11/2013 07:19:17
Só quero ver até quando vai continuar essa brincadeira.....Será que no meio de tantas cabeças pensantes, não tem ao menos um no bando? prá alertar que estão prejudicando a população..
 
JUAREZ ANDRADE em 13/11/2013 22:38:21
Como disse o pauloeduardosandim, inventaram um tal consórcio guaicurus, uma licitação da noite pro dia e esses protecionistas de gente sem vergonha não investiga e nem fala em rescindir o contrato e fazer uma licitação limpa.
 
Junior Ferreira em 13/11/2013 21:54:05
Alcides Bernal X Vereadores de C.Gde !!!!!!!!! Uma coisa é certa: Não tem santo nessa história. De um lado, um desmedido prestes a se afogar em sua própria m...; Do outro lado, corruptos oportunistas levantando fatos inglórios de uma administração decadente, no intuito de fazer pingar nem que seja aos 45 do segundo tempo, o néctar precioso que atrai e entorpece a nefasta classe política desse país: nacos substanciais do erário público!!!!!!!! Ou alguém duvida que se o Bernal abrir a torneira, ficará tudo como está??????????
 
SILMAR NOLASCO em 13/11/2013 21:30:03
e as empresas de onibus coletivos que fundaram consorcio guaicurus da noite pro dia ninguem fala nada ??????
 
pauloeduardosandim em 13/11/2013 17:16:43
Então ? Aonde esta a improbidade ? Estão procurando pêlo em ovo , se foi emergencial não importa como foram contratados os funcionários.

 
Orlando Lins em 13/11/2013 16:26:20
Pelos depoimentos dos responsáveis pelas firmas Jagás, Salute, e Megaserv; o Bernal está ferrado. Por enquanto o placar está 3 X 0 para a Comissão Processante.
Com certeza vamos ter goleada, e cassação de mandato.
 
VALDIR VILLA NOVA em 13/11/2013 15:34:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions