A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2011 08:36

Corumbá terá R$ 3,5 milhões para obras de drenagem

Fabiano Arruda

Recursos vão auxiliar município nos prejuízos causados pela chuva

Parlamentares reivindicam recursos para Corumbá em Brasília. (Foto: Luciana Novaes)Parlamentares reivindicam recursos para Corumbá em Brasília. (Foto: Luciana Novaes)

O governo federal deve liberar R$ 3,5 milhões em caráter emergencial para obras de drenagem em Corumbá.

Uma “força-tarefa”, formada pelo prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha (PT), o senador Delcídio do Amaral (PT), pelos deputados federais Vander Loubet e Antonio Carlos Biffi, ambos do PT e pelo deputado estadual Paulo Duarte (PT), além de vereadores corumbaenses, esteve ontem em Brasília (DF) para audiências no Ministério da Integração Nacional e no Palácio do Planalto.

Após as reuniões, o senador comemorou a viabilização dos recursos federais para ajudar a cidade, que tem sofrido prejuízos com a chuva desde domingo.

“Mostramos ao governo as necessidades de curto prazo do município e fomos prontamente atendidos. Além dos recursos emergenciais, pedimos a inclusão do projeto de prevenção de enchentes entre as prioridades do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para este ano. Com isso, a gente começa a construir em Corumbá uma rede para evitar esses tristes acontecimentos e esse desconforto que as chuvas estão trazendo para a nossa gente”, afirmou o Delcídio, segundo sua assessoria.

A primeira reunião de ontem ocorreu no Palácio do Planalto, onde a comitiva foi recebida pelo ministro das Relações Institucionais da Presidência da República, Luiz Sérgio. Ali o pedido foi incluir o projeto de macrodrenagem entre as prioridades do PAC 2.

A proposta elaborada pela prefeitura prevê a construção de uma bacia de contenção entre bairros Nova Corumbá e Guatós, que será responsável pela retenção momentânea das águas pluviais, para posterior lançamento nas galerias do Cristo Redentor, garantindo o escoamento e vazão.

De acordo com o prefeito, isso evitaria que as águas se espalhassem pelas ruas em busca de um caminho natural até o rio Paraguai. Além disso, uma segunda bacia receberá as águas das chuvas das regiões do Guarani, Jardim dos Estados, Popular Nova e Aeroporto. As obras estão avaliadas em R$ 35 milhões.

Depois, Delcídio, Ruiter e os parlamentares seguiram para a audiência com o ministro da Integração, Fernando Coelho.

“Vamos levar drenagem e pavimentação asfáltica para áreas muito sensíveis em Corumbá. Temos três projetos tramitando no ministério para os quais o ministro se comprometeu a liberar R$ 1,5 milhão, além de R$ 2 milhões de um projeto também de drenagem”, comentou Delcídio.

O parlamentar acredita que, com a sanção do Orçamento da União, prevista para logo após o carnaval, os recursos começarão a chegar ao município.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions