A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/07/2013 13:48

CPI da Saúde aponta falta recursos e problemas de gestão no setor em MS

Leonardo Rocha
Presidente da CPI destaca que falta de recursos e gestão eficiente na saúde são as principais dificuldades (Foto: divulgação)Presidente da CPI destaca que falta de recursos e gestão eficiente na saúde são as principais dificuldades (Foto: divulgação)

O presidente da CPI da Saúde da Assembleia, deputado estadual Amarildo Cruz (PT), foi a tribuna fazer um balanço das atividades da comissão antes do recesso parlamentar. Ele destacou que faltam repasses de recursos e gestão para saúde em Mato Grosso do Sul.

De acordo com ele, as reuniões e visitas feitas nos municípios e unidades de saúde demonstraram que os repasses de recursos são insuficientes e que falta gestão na maioria dos locais. “Ouvimos vários prefeitos e secretários reclamando da falta de estrutura e que os recursos eram escassos, também percebemos que muitos erros eram por falta de uma gestão eficiente”, explicou Amarildo.

O presidente da CPI destacou que em relação às irregularidades e possíveis desvio de recursos, o relatório final da comissão vai apontar todas estas situações. “Ninguém vai ficar de fora, não haverá omissão, iremos fazer história”, ressaltou.

Eduardo Rocha (PMDB) destacou que o principal problema apontado é a falta de uma distribuição eficiente de recursos e que o resultado final deve sugerir uma direção aos gestores e unidades de saúde. “Não apenas apontar erros, buscar uma solução”.

Ações – Os integrantes da CPI da Saúde irão se reunir amanhã para decidir o calendário de ações durante este recesso parlamentar. Amarildo adiantou que serão feitas visitas as unidades de saúde de Campo Grande e análise da documentação que já foi entregue a comissão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions