A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/06/2013 16:08

CPI da Saúde recebeu 15 denúncias por canal aberto para a comunidade

Zemil Rocha e Jéssica Benitez
Amarildo Cruz quer criar mais canais com a comunidade para a CPI (Foto: Arquivo)Amarildo Cruz quer criar mais canais com a comunidade para a CPI (Foto: Arquivo)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde já recebeu 15 denúncias através de e-mail e quer ampliar os canais da aproximação com a comunidade também através do Facebook. O presidente da CPI, deputado estadual Amarildo Cruz (PT), ainda não revela o teor das denuncias em razão das checagens que estão sendo realizadas.
Segundo Amarildo Cruz, na próxima segunda-feira, uma dessas denúncias populares será questionada à secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, que foi convocada pela CPI para prestar esclarecimentos na próxima segunda-feira.

A fim de colher mais informações sobre os problemas relativos à aplicação de verbas públicas nos hospitais de 12 cidades do Estado foram enviados ofícios aos prefeitos e à secretária estadual Beatriz Dobashi. “Estamos pedindo informações sobre aplicação de verbas públicos nos últimos cinco anos e eles têm 15 dias para responder”, explicou Amarildo Cruz.

Em razão do feriado desta semana, as informações talvez não cheguem a tempo de os deputados integrantes da CPI os analisarem e usarem nos questionamentos que serão feitos á secretária Beatriz Dobashi. “Se não for possível ouvir a secretária na segunda sobre esses números, poderemos convocá-la outra vez”, afirmou Amarildo.

A CPI da Saúde está querendo elaborar um calendário para o interior do Estado, a fim de que os deputados possam ouvir usuários. “Se for necessário, faremos visita in loco para ouvir os pacientes nos hospitais”, disse o deputado.

Influência de Siufi – Os apelos do médico Adalberto Siufi, ex-diretor do Hospital do Câncer Alfredo Abrão, aos “amigos” do Tribunal de Justiça e da Assembleia Legislativa para impedir investigação não comprometem o trabalho da CPI da Saúde, na avaliação de Amarildo Cruz. Gravação divulgada hoje revela que Siufi Ligou para o presidnete da Assembleia, Jerson Domingos (PMDB), interceder junto ao governador André Puccinelli para barrar as atividades da promotora Paula Volpe.

“Não vai atrapalhar até mesmo porque a CPI da Assembleia não abrange o Hospital do Câncer”, garantiu o presidente da CPI. “E a promotora Sara Volpe que iniciou as investigações continua trabalhando no caso. Então para mim não tem nenhum tipo de prejuízo”, acrescentou o parlamentar.

Para Amarildo, as ligações de Siufi para magistrados e deputados é até “normal” porque ele atual há muitos anos na área da saúde no Estado e conhece as autoridades. “Ligar para pessoas que ele conhecer é normal. Teria problema se agente público ligasse para fazer pedido ilegal ou imoral, algo que interferisse de fato na investigação, o que não foi o caso. A investigação vai ser o mais imparcial possível e vai ter autonomia”, declarou Cruz.

Nesta tarde, a CPI da Saúde está ouvindo o presidente da Santa Casa de Campo Grande, Wilson Telenco. “As informações de hoje vão servir para nortear nosso trabalho no interior do Estado, já que boa parte dos atendimentos da Santa Casa são de municípios do interior”, revelou Amarildo Cruz.

 

Deputados estaduais aprovam “pacotão” com 35 projetos nesta quinta-feira
A Assembleia Legislativa deu início nesta quinta-feira (14) a aprovação do “pacotão” de projetos do governo estadual, encaminhado nesta semana, para ...
Acordo na Assembleia inclui na pauta prorrogação do Refis estadual
Um acordo de lideranças na Assembleia Legislativa elevou de 27 para 35 o número de projetos a serem votados nesta quinta-feira (14). A relação de mat...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions