A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

04/10/2018 19:14

Datafolha aponta Bolsonaro na liderança com 35%; Haddad tem 22%

Margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa foi contratada pela Folha e TV Globo.

Gabriel Neris
Jair Bolsonaro permanece na liderança de pesquisa (Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)Jair Bolsonaro permanece na liderança de pesquisa (Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira (4) coloca Jair Bolsonaro (PSL) na liderança das intenções de voto com 35%. Fernando Haddad, candidato do PT, aparece em segundo lugar, com 22%. Com os números do levantamento, eles disputariam um eventual segundo turno.

Ciro Gomes (PDT) é o terceiro colocado com 11%, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB) com 8% e Marina Silva (Rede) com 4%. João Amoêdo (Novo) somou 3% das intenções de voto, Henrique Meirelles (MDB) tem 2%; Alvaro Dias (Podemos), 2%; e Cabo Daciolo (Patriota), 1%. Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) Eymael (DC) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram.

Os votos brancos e nulos somaram 6%%, enquanto o número de votantes que não soube responder ou não opinou totalizou 5%. O levantamento foi realizado entre 3 e 4 de outubro.

Na pesquisa divulgada na terça-feira Jair Bolsonaro aparecia com 32%. Fernando Haddad tinha 21%, Ciro Gomes 11% e Geraldo Alckmin 9%. Marina Silva aparecia com 4% das intenções de voto e João Amoêdo com 3%. Henrique Meirelles, Alvaro Dias e Cabo Daciolo somavam 2% cada um.

Guilherme Boulos, João Goulart Filho, Eymael e Vera Lúcia não pontuaram. Brancos/nulos somaram 8%. Não sabe/não respondeu chegou a 5%.

Válidos – Descartando-se os votos brancos e nulos, Bolsonaro teria 39% dos votos válidos. Haddad chega a 25% e Ciro, a 13%.

Geraldo Alckmin chegou a 9% nesse quesito. Marina teve 4%; Amoêdo, 3%; Álvaro Dias e Meirelles, 2% cada; e Daciolo e Boulos, 1%. Vera Lúcia, Eymael e Goulart Filho não pontuaram.

Rejeição – O Datafolha também mediu a rejeição dos candidatos. Bolsonaro também lidera esse quesito, com 45%; enquanto Haddad totalizou 40%.

Marina teve rejeição de 28%, ante 24% de Alckmin e 21% de Ciro. Henrique Meirelles foi citado por 15% dos entrevistados ao responderem a pergunta sobre em que candidato não votariam em hipótese alguma. Boulos chegou a 14%, mesma pontuação de Daciolo.

A rejeição a Vera Lúcia foi de 13%, mesmo percentual da de Álvaro Dias. Eymael somou 12%; e Amoêdo e Goulart Filho tiveram, cada um, 11%. A pesquisa ainda aponta que 2% dos entrevistados não votaria em nenhum concorrente, igual porcentagem daqueles que aceitaria votar em qualquer –4% não souberam responder ou não opinaram neste questionamento.

Segundo turno – Foram divulgadas quatro simulações de segundo turno. Naquela que envolve os dois primeiros colocados, Bolsonaro atingiu 44% das intenções de voto, contra 43% de Haddad. Os votos brancos e nulos somaram 10%, e 2% não souberam ou não opinaram.

No enfrentamento entre Alckmin e Bolsonaro, o tucano atingiu 43% das intenções de voto, contra 42% do candidato do PSL –com 13% de votos brancos e nulos e 2% que não souberam ou não responderam.

Ciro Gomes totalizou 48% das intenções de voto no confronto com Bolsonaro, que totalizou 42%. Nesta simulação, houve 9% de votos brancos e nulos e 2% que não souberam ou preferiram não opinar.

Geraldo Alckmin teria 42% em uma disputa contra Haddad, que somaria 38% –havendo ainda 17% votos em branco ou anulados e 3% de entrevistados que não opinaram ou não souberam responder.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-2581/2018. O Datafolha entrevistou 10.178 eleitores entre os dias 3 e 4 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de S. Paulo e a TV Globo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions