A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/04/2016 18:31

Decisão da Justiça protege fazendas de deputada do MS contra o MST

Thiago de Souza
Parlamentar se diz ameaçada por sua atuação na CPI da Funai. (Foto: Reprodução)Parlamentar se diz ameaçada por sua atuação na CPI da Funai. (Foto: Reprodução)

A deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa (PSB-MS) conseguiu liminar na Justiça que protege as fazendas Santa Cristina e Santa Eliza,  de propriedade dela em Terenos, contra a invasão de integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), acampados às margens da BR-262.

Conforme informações da Folha de São Paulo, a alegação da parlamentar, que é sub-relatora da CPI da Funai/Incra na Câmara dos Deputados, foi o recebimento de ameaças de integrantes do MST, em razão da convocação do secretário da Contag (Confederação Nacional da Agricultura), Aristides dos Santos, para depoimento a comissão.

A decisão provisória foi do juiz da Vara de Terenos, Valter Tadeu Carvalho, estabelece multa diária de R$ 10 mil em caso de invasão e, inclusive autoriza o uso de força policial.

Segundo a pessebista, a fazenda tem 2 mil hectares e é produtiva. Por estar fora dos critérios para desapropriação para fins de reforma agrária, a parlamentar entende que a aproximação do grupo em sua propriedade é uma ameaça por sua atuação na comissão.

Em seu entendimento, Costa disse que trata-se de um desrespeito à Constituição e que não mudará sua postura, nem em relação a CPI nem ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, da qual é favorárel. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions