A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

20/01/2016 07:53

Defesa de Delcídio deve pedir quebra de sigilo telefônico de filho de Cerveró

Michel Faustino
Delcídio está preso desde novembro acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. (Foto: Divulgação/Senado)Delcídio está preso desde novembro acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. (Foto: Divulgação/Senado)

A defesa do senador Delcídio do Amaral (PT) deve pedir nos próximos dias a quebra de sigilo telefônico de Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Bernardo é responsável pela gravação da conversa que levou o parlamentar a ser preso, em novembro do ano passado. 

Delcídio é acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, ao articular fuga de Cerveró para que ele não aceitasse um acordo de delação premiada.

De acordo com informações repassadas pelo advogado Antônio Figueiredo Basto ao jornal Folha de S. Paulo, a solicitação vai integrar a defesa de Delcídio e deverá ser entregue ao STF (Supremo Tribunal Federal) até a próxima segunda-feira, dia 25.

A intenção da defesa é de que o acesso à lista de pessoas com quem Bernardo trocou telefonemas revele se o filho de Cerveró manteve contato com procuradores da Operação Lava Jato antes de o senador ser detido.

“Podemos e vamos pedir essa quebra. Quero saber como e quem industriou o Bernardo. Só o Supremo poderia autorizar (a gravação da reunião com Delcídio)", afirmou Figueiredo Basto à Folha de S. Paulo.

No mesmo documento, os representantes do parlamentar devem pedir que a ação penal não seja aceita, além de pleitearem a revogação da prisão de Delcídio, que dura dois meses.

O texto publicado pela Folha de S. Paulo reforça que Delcídio tem reafirmado sua mágoa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o comando nacional do PT. O senador se sente abandonado pelos correligionários no momento em que mais precisava deles.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions