A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/08/2015 17:33

Delcídio busca recursos junto a ministérios para concluir obras na UFMS

Michel Faustino
O senador esteve reunido com a reitora da UFMS nesta quinta-feira. (Foto: Divulgação)O senador esteve reunido com a reitora da UFMS nesta quinta-feira. (Foto: Divulgação)

O senador Delcídio do Amaral (PT), líder do governo no Senado, garantiu em audiência realizada nesta quinta-feira (20) com a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Célia Maria de Oliveira, que irá buscar junto aos Ministérios da Educação, Fazenda e Planejamento, recursos para concluir as obras que estão em andamento na instituição.

Durante o encontro, Célia revelou que 17 obras estão em andamento, no entanto, por conta dos ajustes feitos no orçamento para o próximo ano, a universidade terá de dificuldades para fazer frente as despesas de custeio e para a compra de materiais e equipamentos destinados aos novos laboratórios e salas de aula.

“O senador sempre foi parceiro da UFMS. E , mais uma vez, recorremos a ele para que interceda junto ao governo, no sentido de garantir recursos para projetos importantes da nossa universidade”, disse.

Segundo a reitora, também foi reivindicada uma emenda no orçamento de R$ 4 milhões, que deve envolver os demais parlamentares da bancada, para atender projetos em Campo Grande e em mais 10 municípios do interior. Célia ressaltou que 70% das estão obras concluídas, e esses recursos vão complementar o que está faltando, especialmente na expansão do ensino em Três Lagoas, em cursos em Chapadão do Sul, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí ,enfim, em toda a universidade.

O senador Delcídio destacou que a educação precisa ser tratada como prioridade, e o investimento em uma instituição como a UFMS, que tem prestado um excelente trabalho para a formação dos jovens, é fundamental. O senador lembrou ainda de outras conquistas que só foram possíveis através desse trabalho de aproximação.

“Eu já ajudei várias vezes, conseguindo recursos para construir os campus de Paranaíba, Coxim e expandir o do Pantanal, em Corumbá, fora os investimentos em Campo Grande. Vou procurar pessoalmente os ministros Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento) e Janine Ribeiro (Educação) e apresentar esse pleito.

Até porque não é justo que obras tão importantes fiquem inconclusas ou sem condições de funcionar, agora que já se investiu tanto. É claro que a redução de gastos e os ajustes no Orçamento da União são necessários, mas o compromisso primordial da presidenta Dilma é com a educação. Nessa área não pode haver cortes”, ponderou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions