A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

22/05/2017 08:37

Delcídio depõe como testemunha de acusação contra Lula em Curitiba

Depoimento ao juiz Sérgio Moro será nesta tarde

Leonardo Rocha
Delcídio vai prestar depoimento nesta tarde em Curitiba (Foto: Divulgação)Delcídio vai prestar depoimento nesta tarde em Curitiba (Foto: Divulgação)

O ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) irá prestar depoimento na tarde desta segunda-feira (22), a partir das 14h (horário de Brasília), ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba. Ele será testemunha de acusação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em processo que investiga se a empresa Odebrecht pagou propina ao petista, durante sua permanência no Palácio do Planalto.

Nesta ação penal específica, Delcídio irá falar sobre o processo em que Lula supostamente recebeu propina e vantagens indevidas da Odebrecht, através de um terreno comprado na cidade de São Bernardo do Campo, que fica na grande São Paulo.

O terreno citado, segundo a denúncia do MPF (Ministério Público Federal), seria usado para construir a nova sede do Instituto Lula. Além disto, também está sendo investigado a compra de um apartamento no mesmo andar onde o ex-presidente mora em São Bernardo do Campo, que hoje é usado como casa aos policiais federais que a fazem a segurança do petista.

Além de Delcídio, o juiz federal também deve ouvir nesta tarde (22), o ex-presidente da construtora Camargo Corrêa, Dalton Avancini, além do ex-executivo da construtora Toyo Setal, Augusto Mendonça Neto.

A defesa de Lula nega as acusações do MPF, ao dizer que o terreno onde seria construído o Instituto jamais foi entregue para esta finalidade, além disto afirma que o apartamento no mesmo prédio onde mora o ex-presidente, onde ficam os seguranças, é alugado e não repassado pela Odebrecht.

Este processo também tem como réus o o ex-ministro Antônio Palocci, que trabalhou tanto na gestão Lula, como com Dilma Rousseff, além do seu ex-assessor, Branislav Kontic, do ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht e maisx quatro pessoas. Nestas denúncias específicas, seguem audiências marcadas até o dia 22 de junho.

A assessoria do ex-senador Delcídio do Amaral informou que ele tem ido seguidamente a Curitiba, para colaborar com as investigações da Operação Lava Jato, em depoimentos ao juiz Sérgio Moro, nas quais é requisitado como testemunha.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions