A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/05/2014 15:31

Delcídio diz que “busão” está enchendo e mira PRB para aliança

Aline dos Santos
Delcídio espera contar com doze partidos aliados para disputa de eleição. (Foto: Marcelo Victor)Delcídio espera contar com doze partidos aliados para disputa de eleição. (Foto: Marcelo Victor)

Pré-candidato do PT ao governo do Estado, o senador Delcídio Amaral dá como certo o apoio de nove partidos e nesta semana vai, novamente, tentar atrair o PRB. A estratégia será buscar a direção nacional da sigla.

 “Meu busão está enchendo”, declarou neste sábado, durante encontro estadual do PT, realizado na Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Sobre o PRB, que declarou apoio à pré-candidatura do PMDB, Delcídio diz que a conversa será na próxima semana com o senador Marcelo Crivella. Na lista dos apoios Delcídio cita o PDT, PR, PP, PTB, Pros, PV, PCdoB, PTC e PSL. Há diálogo em curso com o PSC.

A expectativa é que o arco de alianças chegue a onze ou doze siglas. A vaga de vice é discutida com o PR e PDT. Enquanto o Senado deve ficar com o presidente da Fiems (Federação das Indústrias), Sérgio Longen (PTB).

Hoje, após pressão do partido, foi aprovado indicação do nome do presidente da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), Ricardo Ayache. No entanto, o projeto é visto pelos dirigentes como um plano B. 

Ainda sobre aliados, o senador exaltou o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), e lamentou não poder tê-lo como vice, pois os peemedebistas têm candidatura própria ao governo do Estado. "É uma pena. Mas o Jerson vai ser um grande protagonista. Está ajudando muito, grande companheiro", disse. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions