A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/10/2010 11:05

Delcídio vota em Corumbá e nega interesse em cargo

Redação

O senador Delcício do Amaral (PT) votou nesta manhã, em Corumbá. Confiante na vitória da candidata Dilma Rousseff (PT), ele rejeitou a ideia de assumir um cargo no Governo Federal se a expectativa se confirmar.

"Eu recebi mais de 826 mil votos. Se a gente fizer as contas, eu recebi votos de dois terços dos eleitores de Mato Grosso do Sul que votaram em mim para ser senador, não para ser ministro" afirmou. "O Ministério de Minas e Energia (para o qual foi cotad), é um ministério muito amplo, complexo, trata de questões de caráter nacional. Eu quero ficar aqui, firme, trabalhando como sempre trabalhei pelo Estado. Acho que posso ajudar a Dilma muito mais no Senado, posso ser um companheiro dela como sempre fui nesses quase 17 anos que nós nos conhecemos, para que o Brasil continue crescendo", prosseguiu.

Ao analisar o fato de a eleição ter ido para o segundo turno, Delcídio comentou que houve erro de avaliação do PT em relação à campanha de Marina Silva, terceira colocada.

"Eu acho que podíamos ter liquidado essa fatura no primeiro turno, mas evidentemente achamos que estava ganho. Fomos para o segundo turno porque fizemos uma avaliação da Marina equivocada, que cresceu na reta final ao contrário da Heloísa Helena, na eleição passada", disse.

O senador acredita em uma vitória de Dilma com mais de 10 pontos percentuais sobre José Serra.

"Nossas pesquisas internas já indicavam 15 pontos na frente. Agora, vamos esperar. A verdadeira pesquisa é a da urna, mas eu não tenho dúvida nenhuma: Dilma vai ser presidente, vai se eleger", declarou.

Depois de votar, o senador seguiu para Campo Grande e viaja para Brasília, onde vai acompanhar a apuração do segundo turno ao lado da candidata Dilma Rousseff.

(Com informações do Diário On Line)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions