A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/09/2011 14:29

Deputado reclama de valor de taxa de inscrição para concurso de professores

Fabiano Arruda
Petista também criticou o baixo número de vagas disponibilizadas. (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)Petista também criticou o baixo número de vagas disponibilizadas. (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) ocupou a tribuna na sessão desta quinta-feira para reclamar do valor da taxa de inscrição de concurso para professores da rede estadual, que teve edital publicado na edição do Diário Oficial de hoje. O custo é de R$ 126,88.

“É muito pesado. Já recebi hoje ligações de professores reclamando”, disse o parlamentar.

Outra reclamação feita por Kemp é sobre o número de vagas. Segundo ele as 545 vagas disponibilizadas estão longe de suprir a defasagem da rede estadual, que gira em torno de 7 mil, conforme o petista.

Além disso, ele criticou o fracionamento dos concursos. Um acordo entre o governo do Estado e a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) prevê as 545 vagas do concurso deste ano, mais 600 no ano que vem e 700 em 2013.

“Eu estou achando que o governo quer arrecadar”, criticou o parlamentar, defendendo que o Estado elaborasse um concurso único com maior número de vagas.

Em aparte, o deputado Junior Mochi (PMDB), líder do governo, rebateu o discurso do petista sob argumento de que o edital está dentro do acordo entre governo e Fetems.

“O governo se dispôs a fazer o concurso gradualmente para diminuir o número de professores convocados por concursados”, explicou.

Concurso - O edital contempla vagas para 70 municípios do Estado para as seguintes áreas de atuação: língua portuguesa/literatura, artes, biologia/ciências, educação física, filosofia, física, geografia, história, língua estrangeira (espanhol), língua estrangeira (inglês), matemática, química e sociologia.

Os aprovados no concurso de prova e título, que forem chamados e tomarem posse, terão jornada de trabalho de 20h, com salário-base de R$ 994,44 e incentivo financeiro de R$ 397,78.Os professores poderão atuar tanto no Ensino Médio quanto Fundamental.

As inscrições vão do período de 26 de setembro a 14 de outubro de 2011, e as provas serão realizadas em Campo Grande.

Governo anuncia concurso para 545 professores em 70 cidades de MS
O Governo do Estado, através das Secretarias de Administração e Educação, abriu concurso público para preenchimento de vagas de professores na Rede E...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


Absurdo é pouco para se comentar sobre essa taxa que é, no mínimo, abusiva. É praticamente uma extorsão escancarada a uma classe tão desvalorizada. É preciso rever esse valor urgentemente....
 
Luis Guilherme em 22/09/2011 06:37:43
é um absurdo um concurso com poucas vagas e um valor tão alto, isso é para arrecadar, todos os professores tem que uinirem e protestarem contra esse absurdo que governador é esse.
 
Celeste silva em 22/09/2011 06:24:41
Até para fazer concurso o Professor sofre... . Falando sério ... o valor cobrado é realmente alto.
 
Nivaldo Silva em 22/09/2011 05:24:56
É "óbvio" que é pra arrecadar, do contrário não seria cobrada uma taxa tão desproporcional, qual a lógica do valor dessa inscrição??? R$ 126,88. Pra começar com o incrível salário R$ 994,44 , pelo amor de Deus! Ou mais vagas ou inscrição menor! por favor alguém reaja!!!
 
Maria Luiza R. Martins em 22/09/2011 04:03:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions