A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/08/2016 13:22

Deputados aprovam a proibição da venda de refrigerantes em escolas

Leonardo Rocha
Deputados aprovaram projetos nesta quinta-feira na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados aprovaram projetos nesta quinta-feira na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)
Márcio Fernandes é o autor do projeto que proíbe refrigerantes em escolas (Foto: Divulgação)Márcio Fernandes é o autor do projeto que proíbe refrigerantes em escolas (Foto: Divulgação)

Os deputados aprovaram, em primeira votação, o projeto que proíbe a comercialização de refrigerantes em escolas de educação básica, em Mato Grosso do Sul. A intenção é aproximar mais as crianças e jovens a uma alimentação mais saudável, com redução de açúcar, sódio e gorduras, para evitar a obesidade infantil.

O projeto de autoria do deputado Márcio Fernandes (PMDB), agora segue para as comissões de mérito e retorna ao plenário, na segunda votação. Depois será encaminhado para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode sancionar como nova lei estadual, ou vetar a proposta.

O autor ainda indicou que as escolas devem divulgar através de informes, os malefícios causados pelos refrigerantes, com a intenção de alertar e orientar os estudantes. No projeto se justifica que existe um "baixo índice nutricional" nestas bebidas e que inclusive as "gigantes do setor" já anunciaram que não vão mais vender para escolas, com alunos menores de 12 anos.

Comissão - Os deputados também aprovaram, em segunda votação, a criação da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e Combate à Violência Doméstica e Familiar. De autoria de Antonieta Amorim (PMDB), a intenção é estabelecer um canal para aprofundar o debate no Estado.

A subsecretária Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, inclusive esteve na sessão de hoje (04), para falar sobre a campanha "Agosto Lilás", que prevê uma série de programas e atividades para conscientizar a sociedade sobre a violência praticada contra este público. Neste mês de agosto, se comemora 10 anos da criação da Lei Maria da Penha.



Senhores deputados, parem de fazer leis proibindo as coisas e comecem afazer leis incentivando as coisas. Voces acreditam que uma unica criança crescerá saudavel porque não tomou refrigerante na escola? Isso é educação e educação é responsabilidade dos pais e não de voces. perto de minha cas casa tem uma escola e em frente tem uma cantina onde vejos TODOS OS DIAS dezenas de adolecentes tomerem litros de refrigerante ANTES de entrar na escola. E ai? voces vão proibir a cantina de funcionar? Que tal criar leis barateando o preço de produtos saudaveis? já viram quanto custa um pastel e um sanduiche natural? se for pelo preço vou morrer comendo pastel. O texto diz COMERCIALIZAÇÃO. E se o aluno levar de casa? Vai ser proibido de entrar na escola? Prestem atenção e trabalhem direito.
 
Alex André de Souza em 04/08/2016 21:38:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions