A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

04/08/2016 13:22

Deputados aprovam a proibição da venda de refrigerantes em escolas

Leonardo Rocha
Deputados aprovaram projetos nesta quinta-feira na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados aprovaram projetos nesta quinta-feira na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)
Márcio Fernandes é o autor do projeto que proíbe refrigerantes em escolas (Foto: Divulgação)Márcio Fernandes é o autor do projeto que proíbe refrigerantes em escolas (Foto: Divulgação)

Os deputados aprovaram, em primeira votação, o projeto que proíbe a comercialização de refrigerantes em escolas de educação básica, em Mato Grosso do Sul. A intenção é aproximar mais as crianças e jovens a uma alimentação mais saudável, com redução de açúcar, sódio e gorduras, para evitar a obesidade infantil.

O projeto de autoria do deputado Márcio Fernandes (PMDB), agora segue para as comissões de mérito e retorna ao plenário, na segunda votação. Depois será encaminhado para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode sancionar como nova lei estadual, ou vetar a proposta.

O autor ainda indicou que as escolas devem divulgar através de informes, os malefícios causados pelos refrigerantes, com a intenção de alertar e orientar os estudantes. No projeto se justifica que existe um "baixo índice nutricional" nestas bebidas e que inclusive as "gigantes do setor" já anunciaram que não vão mais vender para escolas, com alunos menores de 12 anos.

Comissão - Os deputados também aprovaram, em segunda votação, a criação da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e Combate à Violência Doméstica e Familiar. De autoria de Antonieta Amorim (PMDB), a intenção é estabelecer um canal para aprofundar o debate no Estado.

A subsecretária Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, inclusive esteve na sessão de hoje (04), para falar sobre a campanha "Agosto Lilás", que prevê uma série de programas e atividades para conscientizar a sociedade sobre a violência praticada contra este público. Neste mês de agosto, se comemora 10 anos da criação da Lei Maria da Penha.

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli diz que é candidato a presidente do partido em MS se for consenso
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



Senhores deputados, parem de fazer leis proibindo as coisas e comecem afazer leis incentivando as coisas. Voces acreditam que uma unica criança crescerá saudavel porque não tomou refrigerante na escola? Isso é educação e educação é responsabilidade dos pais e não de voces. perto de minha cas casa tem uma escola e em frente tem uma cantina onde vejos TODOS OS DIAS dezenas de adolecentes tomerem litros de refrigerante ANTES de entrar na escola. E ai? voces vão proibir a cantina de funcionar? Que tal criar leis barateando o preço de produtos saudaveis? já viram quanto custa um pastel e um sanduiche natural? se for pelo preço vou morrer comendo pastel. O texto diz COMERCIALIZAÇÃO. E se o aluno levar de casa? Vai ser proibido de entrar na escola? Prestem atenção e trabalhem direito.
 
Alex André de Souza em 04/08/2016 21:38:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions