A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

01/02/2019 10:22

Deputados citam renovação e até a segurança de barragens vira promessa

Em meio à expectativa para a nova legislatura, que começa nesta sexta-feira (1), parlamentares estaduais elencam pautas, mas “renovar” o cenário e fortalecer atuação do blocão conhecido como G10 marcam promessas

Izabela Sanchez e Leonardo Rocha
Coronel David (PSL) aposta na segurança pública (Foto: Henrique Kawaminami)Coronel David (PSL) aposta na segurança pública (Foto: Henrique Kawaminami)

Para o poder legislativo o ano começa, oficialmente, nesta sexta-feira (1). Em Mato Grosso do Sul, a expectativa da nova legislatura acompanha o cenário nacional e reforça uma palavra: renovação. É o que afirmaram a maioria dos deputados estaduais. Na promessa de pautas específicas, até a segurança das barragens de minério – o grande assunto do país depois do rompimento da barragem em Brumadinho (MG) – é parte do discurso.

Coronel David (PSL) aposta na segurança pública, citando a bagagem pelos anos que ocupou no serviço da polícia militar e acredita no “peso” do G10, o blocão de articulação parlamentar, para disputar espaço nas comissões.

“Retorno à assembleia depois de uma eleição muito difícil”, diz, ao falar de prioridades entre a educação “como instrumento para diminuir a violência”. O deputado quer buscar espaço na comissão de segurança pública da Assembleia Legislativa, onde acredita ter melhor atuação.

Para Herculanos Borges (SD), o “ânimo” da chegada à Casa se deve, principalmente, à renovação. É o que afirma ao citar que apenas 13 deputados foram reeleitos. Definido para assumir a 2ª Secretaria, responsável pela comunicação – que chama de “novo desafio” – o parlamentar também acredita que o G10 “será um grupo forte”. Herculano aposta em pautas ligadas ao esporte e à educação.

Integrante da ala dos novatos, Jamilson Name (PDT) declarou que pretende “defender uma nova política na Assembleia Legislativa, com foco no bem estar social da população”. “Minha principal bandeira é a renovação, é uma situação nacional essa demanda, mas respeito a experiência de quem vai continuar para ajudar os novatos”, complementa.

Felipe Orro (PSDB) quer apresentar projeto sobre a segurança das barragens (Foto: Henrique Kawaminami)Felipe Orro (PSDB) quer apresentar projeto sobre a segurança das barragens (Foto: Henrique Kawaminami)

O veterano Felipe Orro (PSDB), que já parte para o quarto mandato, aposta na experiência. “Quero levar a experiência que já adquiro ao longo de 3 mandatos”, promete, ao defender bandeiras fixas, a exemplo da defesa da escola em tempo integral e melhorias no turismo. E cita a situação das barragens.

“Quero apresentar projetos em relação às barragens de Mato Grosso do Sul”, afirma, sobre um projeto já estudado que pretende levar à Casa. “Defendo que sejam desativadas barragens que possam trazer qualquer risco para a população e o meio ambiente”.

“Faço parte dessa onda de renovação”, comenta Lucas de Lima (SD). “Já carreguei essa bandeira de renovação na câmara”, diz. O deputado aposta nas pautas da defesa dos animais, turismo e agricultura familiar.

Renato Câmara (MDB) afirma estar com “expectativa positiva para o estado”. Isso porque, acredita o deputado, Mato Grosso do Sul está representado na presidência com dois ministros – Tereza Cristina (DEM) na agricultura e Luiz Henrique Mandetta (DEM) na saúde -. “Isso pode trazer muitos frutos ao estado”, diz. Para o deputado, o foco é continuar atuando nas frentes parlamentares, a exemplo da defesa dos idosos e regularização fundiária.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions