A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

13/05/2015 14:14

Deputados elogiam projeto que acaba com marca para cada governo

Leonardo Rocha
Rinaldo Modesto diz que projeto do Governo evita gastos desnecessários e otimiza recursos do Estado (Foto: Roberto Higa/ALMS)Rinaldo Modesto diz que projeto do Governo evita gastos desnecessários e otimiza recursos do Estado (Foto: Roberto Higa/ALMS)
Pedro Kemp diz que proposta é interessante, e que já não cabe mais promoção pessoal com obras públicas (Foto: Roberto Higa/ALMS)Pedro Kemp diz que proposta é interessante, e que já não cabe mais promoção pessoal com obras públicas (Foto: Roberto Higa/ALMS)

Os deputados elogiaram a iniciativa do governo estadual que enviou projeto que padroniza a identidade visual do Estado, para que não aconteça que cada gestor que assumir a administração, queria escolher uma nova marca e novas cores em locais e obras públicas, que em muitos casos utilizam cores relacionados a partidos políticos.

“Se trata de uma proposta interessante, tem que acabar com esta história de personalizar obras e ações públicas, em construções que deveriam ter apenas a marca do Estado, não cabe mais esta promoção pessoal, tem que ter logo oficial mesmo”, disse o deputado Pedro Kemp (PT).

Para Paulo Corrêa (PR) esta “personalização” dos eleitos para cargos executivos, apenas traz despesas indevidas para os cofres públicos, já que são desnecessárias. “Sou totalmente a favor desta proposta do Governo, tem que ter um padrão e parar com estas promoções pessoais”, ressaltou o parlamentar.

O deputado Felipe Orro (PDT) também lembrou que esta ação traz economia para a administração do Estado, com uma logo e marca padronizada e fixa ao governo estadual. “O projeto é muito bom, deixa de abrir brechas para ações que só trazem despesas”.

O líder do governo na Assembleia, o deputado Rinaldo Modesto (PSDB), ponderou que a proposta do executivo otimiza os recursos do Estado, sendo algo positivo que vai ficar aos próximos gestores. “São coisas que vão mudando para melhor, a cidade ganha com isto e deixa de gerar gastos desnecessários”.

O projeto deu entrada na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), ficando o deputado José Carlos Barbosa (PSB) como relator. Ele irá apresentar parecer na semana que vem, para que depois a proposta seja encaminhada para votação no plenário.

Simbólico - O cientista social e professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Daniel Miranda, ressaltou que esta proposta possui dois pontos positivos. O primeiro que restringe o uso da identificação do Poder Público para promoção eleitoral e pessoal.

O segundo se economiza recursos do Governo, já que em alguns casos o novo gestor quer colocar as cores de seu partido em projetos, obras e prédios públicos. “Além de conter estas ações de personalização, ainda traz economia, então tem dois fatores positivos e simbólicos”.

Projeto - O projeto estabelece que a imagem fixada será do “Brasão de Armas do Estado”, instituído no decreto de 1979, que serão utilizados nos papéis timbrados do Governo, assim como nas publicidades institucionais, de utilidade pública, (publicidade) legal, e placas de divulgação de obras e projetos, assim como nas marcas das secretarias estaduais.

Os prédios públicos terão que ser pintados com as cores da bandeira do Estado, restando a Casa Civil disponibilizar as regras desta identificação por meio de uma manual detalhado, que irá servir para todos os órgãos do âmbito estadual.




Muito boa iniciativa. Os vereadores de Campo Grande poderiam seguir nesse caminho e propor lei semelhante. Chega de desperdício do dinheiro público.
 
FuncionarioPublico em 14/05/2015 07:56:06
Quando é para criticar vamos criticar, mas agora vamos elogiar, parabéns ao Governo, é assim que se faz.
Espero que os Deputados esqueçam as diferenças e tenham a hombridade de votarem a favor do Projeto.
 
Verissimo em 13/05/2015 16:13:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions