A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

10/02/2014 22:57

Dilma lamenta morte de cinegrafista e pede presença da PF nas investigações

Alan Diógenes

A morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Ilídio Andrade mobilizou a presidente Dilma Roussef que disse nesta segunda-feira (10) que o fato “revolta e entristece”. Ela determinou que a Polícia Federal apoie as investigações para “aplicação da punição cabível” aos responsáveis pelo ferimento do jornalista.

O cinegrafista Santiago foi atingido por um rojão durante manifestação na última quinta-feira (6), no Rio de Janeiro, e teve morte cerebral confirmada no início desta tarde.

Conforme informações do site Agência Brasil, a presidente afirmou que “é inadmissível protestos democráticos serem desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas”.

Em sua conta no Twitter Dilma, postou a seguinte frase: “A liberdade de manifestação é um princípio fundamental da democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir, agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar patrimônio público ou privado”.

 




Uai Sra Dilma, agora a Sra manda a PF agir, porque já não mandou a Força Nacional, CIGCOE de MS, BOPE, PRF e PF e acabar com essa baderna, tem que morrer trabalhador primeiro pra te que dar ordem dessa? A sra e uma fanfarrona mesmo. Se eu fosse Presidente já teria colocado o Exército nas ruas e a ordem seria chegar o porrete nesse bando de desocupados, nosso Exército e pago somente para ficar dentro do quartel fazendo o QUEEEEEEE????? há já sei faxina do aquartelamento né!!! Trabalhador que e trabalhado esta trabalhando para te que pagar suas viagens e seus benefícios de passeio pelo mundo, passa um dia como uma pessoa normal em um posto de saúde, em uma escola publica....
 
ROGERIO MENEZES em 11/02/2014 08:07:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions