A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/01/2009 21:34

Do PT, PMDB só quer Delcídio em nova Mesa do Senado

Redação

Para forçar a renúncia do petista Tião Viana (AC) na corrida sucessória do Senado, o PMDB ameaça deixar o PT fora da composição da Mesa Diretora, caso o senador José Sarney (PMDB-AP) seja eleito presidente da Casa. Se houver diálogo, o partido só aceita a participação na Mesa do petista Delcídio Amaral, conforme publicado no site do Estadão.

Atualmente o PT comanda a primeira-vice-presidência, entregue por acordo a Viana. Pelo critério da proporcionalidade o PT não ocuparia posição de destaque na direção, já que é dono da quarta bancada, atrás do PMDB, do DEM e do PSDB.

Enquanto isso, fontes ligadas à campanha de Sarney reforçam que a opção dos petistas pela disputa do voto vale para todos os postos de direção. Um dos coordenadores de campanha teria soltado a informação de que o comando peemedebista já está negociando os cargos para compor uma chapa completa, apenas com seus aliados.

Sarney já conta como certo o apoio do PSDB e pode reservar a primeira-vice-presidência do Senado possivelmente para o senador Marconi Perillo (PSDB-GO), além de um cargo de suplente na Mesa Diretora. O DEM, que é aliado de primeira hora, ficará com a primeira-secretaria, para Heráclito Fortes (PI), e também com a quarta-secretaria. O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) ficaria com a segunda-vice-presidência.

Para o PT, no entanto, o jogo é outro. Em vez de confrontar, o senador Aloizio Mercadante (SP) defende a tese da direção plural, respeitando a proporcionalidade das bancadas. Ele ainda sugere que a briga se restrinja apenas à cadeira de presidente, para que se possa construir um acordo pós-eleição, em que todos os partidos participem da Mesa. (Com informações do Estadão).

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions