A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/06/2013 07:55

Economia Solidária será debatida na Câmara, "Malucos de Estrada" entram na pauta

Jéssica Benitez

Uma audiência pública, organizada pelo vice-presidente da Comissão Permanente de Cultura, vereador Eduardo Romero (PTdoB), pretende discutir com segmentos das respectivas áreas e a sociedade civil organizada a dimensão social, econômica, política, ecológica e cultural proporcionada pela Economia Solidária. O evento ocorre no próximo dia 21 às 14h na Câmara Municipal de Campo Grande.

O objetivo é colher as demandas do setor produtivo que envolve, por exemplo, cooperativas e associações de catadores de materiais recicláveis, artesãos, clube de mães, associações de moradores de bairros, empresas e o poder público, por meio de suas secretarias e fundações.

"Falar em economia solidária é mais do que produções artesanais e sua comercialização. É reunir setores que tem base associativista e cooperativista e ainda o individual que tem como direcionamento produção auto-regida", explicou o parlamentar.

Luta – Na última sexta-feira Romero recebeu em seu gabinete, representantes do movimento artístico “Malucos de Estrada”, grupo de artistas sem local fixo de estadia que propagam suas obras pelas ruas da Capital e que vem sendo reprimido por fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

A solicitação do grupo é que eles sejam reconhecidos como legitimo movimento cultural e que possam ser incluso na seleta lista de patrimônios culturais do Brasil. Além disso, o Malucos de Estrada querem ter a prerrogativa de poder expor os produtos produzidos por eles em locais públicos, sem repressão por parte da prefeitura. Tal demanda também será discutida durante audiência pública.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions