A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

30/09/2014 20:00

Em 85 dias, TRE recebe pela internet 301 denúncias contra candidatos

Eduardo Penedo

Em 85 dias de funcionamento do sistema de Web Denúncia do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul)  foram registradas 301 denúncias, sendo que 69 são de colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, faixas, bandeiras e mesas para distribuição de material de campanha nas vias pública. A menos de cinco dias das eleições a cidade que liderá em número de denuncias é Campo Grande com 196. Esse serviço está disponível desde o dia 7 de julho.

No ranking de denúncias, em segundo lugar com 64 são sobre de propaganda eleitoral por mensagens eletrônicas e telemarketing em todo o Estado. Em terceiro lugar com 44 denuncias está compra de voto, arrecadação ou gastos ilícitos na campanha ou condutas proibidas aos agentes públicos. Na seqüência com 40 denuncias está propaganda por meio de fixação de placas, faixas, cartazes, outdoors, pinturas ou inscrições em bens particulares, público, de uso comum e fachadas das sedes de partidos, coligações e comitês de candidatos. Em quinto lugar com 31 denúncias de propaganda intrapartidária e distribuição de material gráfico. Na seqüência com 23 denúncias estão reuniões partidárias. Ainda no ranking de denúncia 10 foram por propaganda interpartidária, cinco por carreatas, passeatas ou caminhadas, duas por comício e duas por regras quanto a realização de debates ou entrevistas.

Já as cidades que mais fizeram denúncias pela internet quem lidera e Campo Grande com 196, seguido de Dourados com 28 e em terceiro lugar com 21 denúncias está Corumbá. Na seqüência está Sidrolândia com nove e Três Lagoas com oito denúncias. As cidades de Nova Andradina e Anastácio estão empatadas com quatro denúncias cada. Em sétimo lugar está Fátima do Sul com três denúncias.

Na ferramenta de Web Denúncia, o cidadão auxilia a Justiça a fiscalizar as ações dos candidatos quanto às infrações de natureza eleitoral. Para fazer seu registro, o eleitor precisa informar ao Tribunal a suposta irregularidade, a data, o local da ocorrência, a cidade e a descrição da ocorrência, além de informações, tais como o nome do infrator e seu partido/coligação.

A denúncia só será processada pela sistema, se o denunciante se identificar e anexar indícios da irregularidade, como fotos, imagens ou vídeos. Para acessar a ferramenta pela internet, basta acessar o endereço: http://www.tre-ms.jus.br/eleitor/denuncias-eleitorais/denuncias-eleitorais




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions